26.11.10

A Horta mete a quarta no dia 1

O novo capítulo mais activo da Horta começa já no dia 1! Mais informação, mais fotos, mais vídeos! Espero poder contar convosco nesta viagem e com as vossas opiniões para moldar a Horta ao vosso gosto.

O velho URL hortadasvespas.com está de volta; não custou 6000 euros mas sim uns módicos 12 dólares. Para celebrar a ocasião, desenrasquei um trailerzito: let's look at da traila.


Este não é o melhor vídeo da Horta, este é um tributo. Ficaria muito melhor, por exemplo, se a música fosse o "I got a feeling"...
 

25.11.10

Bunker report

Duas inundações no espaço de uma semana. É positivamente surreal ver a água a brotar de uma tampa, escorrer para a sala adjacente, e desaparecer por outra tampa exactamente ao mesmo nível da primeira. Eu tirei uma foto mas não sei onde a pus. Bah.

24.11.10

La Vita em vídeo

A Hammerhead La Vita (Neco não sei das quantas no UK, Bee não sei das quantas em PT) até nem fica mal em preto-fosco... NENHUM veículo fica mal em preto-fosco, ah! Travões de disco hidráulicos e motor Honda clonado soam bem - não, tenho que resistir! Estas coisas são obra plástica e continuamente variada do demo!


 
Vídeo do Eddy Bullet

23.11.10

Track day!


Track day Vespa, convívio e treinos, participação aberta a todas as scooters! No fim do dia o jantar é em Almeirim. Ai se fosse mais perto do Porto... Para quando um no Cabedelo?

Quando? 27 de Novembro, das 14:30 às 19:30
Onde? Kartódromo de Alcanede (aqui)
Quanto? "... por apenas 10€"
Quem? Vespa Team Almeirim e Vespáguias, com o apoio do Vespa Racing Portugal
Como? Informações em vespa.team.almeirim@gmail.com ou 917757088 (Mário)

22.11.10

Distintivo de banco de Carina

Na minha visita recente à exposição Autoclássico, pude apreciar uma Carina da primeira série em exposição num dos corredores com um restauro aparentemente irrepreensível. O banco apresentava um distintivo muito interessante na traseira, que reproduzo para referência dos interessados. Tenho uma lembrança vaga de alguém me ter dito que os planos/moldes do banco original da Carina - produzidos numa empresa local, claro - ainda existiam. Ou será que sonhei?...

(mais distintivos reproduzidos de Carina aqui)

MECEL Fábrica de selins

18.11.10

Lista de espera

Chega o Inverno e o pessoal mete-se todo nos restauros - o Master Blaster até está com lista de espera!

P1230362
 Consigo ler a vossa mente: são cubos duma motorizada nacional

É interessante constatar a disparidade de números entre motores de Lambretta e Vespa que me aparecem para ser tratados (Lambretta muitíssimo à frente tendo em conta o número de espécimes existentes). De novo a observação que os Lambrettistas vivem e tratam as suas scooters de modo díspar dos Vespistas.

E no topo da foto, os meus pneus Continental. :-) Estão a ver como não sou um extremista dos S83?

15.11.10

Helmet Fail

Curiosidade: o círculo vermelho à volta do capacete fui eu que o adicionei à foto original, aí em 2002/2003.

helmet fail

12.11.10

Derrame de óleo em 40 passos

  1. Notar manchas de gordura no estrado da PX, ignorar
  2. Notar pequena poça de óleo por baixo da PX, ignorar
  3. Notar persistência da poça, investigar e descobrir que é óleo da mistura
    PX oil leak
  4. Coçar vigorosamente a cabeça face descoberta inédita de óleo da mistura no chão
  5. Decidir remover depósito para investigar
  6. Não fazer nada durante uma semana
  7. Remover banco
  8. Remover porta-couves
  9. Remover depósito
  10. Não descobrir nenhuma fuga óbvia mas apertar visor de óleo porque estava pouco apertado
  11. Montar depósito
  12. Montar porta-couves
  13. Montar banco
  14. Notar grande poça de óleo por baixo da Vespa
    PX oil leak
  15. Ficar frustrado e não fazer nada durante uma semana
  16. Perguntar ao Mexe se tem um depósito de óleo a mais
  17. Ir a casa do Mexe buscar o depósito
  18. Fazer planos para obter uma chave suficientemente comprida para chegar ao fundo do depósito de óleo
  19. Remover banco
  20. Remover porta-couves
  21. Remover depósito
  22. Esvaziar óleo
    PX oil leak
  23. Começar a esvaziar gasolina
  24. Desejar uma garagem maior
  25. Constatar que jerrican já está cheio com gota da Honda e que não há nenhum reservatório adequado para armazenar o resto do combustível, improvisar
  26. Não trocar o depósito pelo novo depois de descobrir que o visor do óleo foi instalado sem o-ring há 80.000 quilómetros atrás, por alguma razão
    PX oil leak
  27. Ignorar duas rachadelas minúsculas no visor do óleo
  28. Ir à loja comprar um o-ring
  29. Instalar o-ring
  30. Montar visor de óleo
  31. Desmontar visor de óleo quando duas rachadelas minúsculas se tornarem fendas canyonescas
  32. Regressar à loja para comprar um visor de óleo
  33. Montar visor de óleo novo
  34. Atestar parcialmente depósito de óleo para verificar fugas
  35. Montar depósito (inclui 10 minutos de pânico quando o tubo da gasolina se revelou estreito demais para enfiar na torneira de onde saiu)
  36. Montar porta-couves
  37. Montar banco
  38. Fazer planos para passar pelo Elefante Azul para tirar a gordura toda do escape e motor
  39. Ignorar planos do passo 38
  40. Enviar email ao Mexe  para combinar devolução de depósito suplente não utilizado

11.11.10

Autópsia do motor da Lambegreta

O Sr. Neca abriu-me o motor da DL com rapidez e destreza, à medida que ia inventariando o "desastre":
  • rolamentos e vedantes, claro
  • discos de embraiagem
  • corrente gasta
  • guias de corrente nas couves
  • pistão rachado
  • segmentos gastos
  • cilindro com calo
  • pivô das mudanças a necessitar de casquilho
  • calços de travão anoréxicos
  • anilha em falta no cubo
  • folga na biela
  • volante, prato de bobines e cambota duma LI série II (não perguntem...)
  • sinoblocos vietnamizados.
Talvez se safe o carburador...

P1220939

P1220934

P1220942

P1220936

P1220932
      

10.11.10

Rescaldo das novidades

O João foi à EICMA em Milão e partilhou algumas fotos exclusivas das novas PX e LML com a Horta. Obrigado, caro leitor! Analisando em pormenor as ditas chapas, os meus olhos de águia detectaram uma discrepância nos furos das matrículas em dois exemplares da nova PX.

2011 PX license plate holes

4 furos ou 2 furos? Corre o rumor que a Piaggio tem cada vez mais dificuldade em cumprir as novas legislações com 2 furos, e por isso todas as suas novas scooters terão 4 furos. Aliás, muitos outros construtores de renome abandonarão os 2 furos no futuro próximo. Especialmente quando os 2 furos parecem ter sido feitos depois da chapa pintada, bué-assucatado-style.

Outra observação que poderá ser feita como resultado da análise das mesmas fotos é que a nova PX será dotada de estabilidade e comportamento dinâmico exemplares pois encontra-se calçada com o melhor pneu do Universo, o S83. :-)

200cc LML

Sim, é uma das novas LML 200! Não se esqueçam que a estética será renovada antes de virem para o mercado por isso não terão o aspecto das LML correntes. Qual a dimensão das mudanças é um palpite tubular... Em mais pormenor:

200cc LML

Pode-se observar perfeitamente o distintivo dos 4 tempos flanqueado pelo da cilindrada bicentúria - combinação inédita! - bem como o olhar invejoso a roçar o desprezo do E.I.R.D.(Espectador Invejoso Roçando o Desprezo). O super-computador da Horta calcula uma possibilidade de 78% de o E.I.R.D. possuir um rabo de cavalo.

E já que estamos a falar das Éle-éme-éle, que tal um vídeo de demonstração barrotico-sonora com o novo escape Pinasco Symphony para as 4-tempos? Soa bem... Muito bem...



5.11.10

Scooters Portuenses no vídeo "Mod girls"

Os vetustos Ban andaram a filmar o vídeo da sua nova canção "Mod girls" em vários locais do Porto e já há fotos-espias das filmagens do vídeo, cortesia do Rui Heinkel. O orçamento da operação não parece ter contemplado capacetes, mas aparecem muitas scooters (incluindo a Heinkel e a T5 do Rui) porque tudo o que é Mod tem scooters, e tudo o que mete scooters é automaticamente Mod... (suspiro)



E a reportagem da TVI. Estou em pulgas para ver o resultado final, cheira-me a novo vídeo da Horta. :-)



4.11.10

LML FTW

As novas Star I de injecção electrónica prometem roubar as atenções no primeiro trimestre de 2011 mas, enquanto não aterram no nosso planeta carburado, os Indianos têm-se entretido com as Star normais e um catálogo de tintas. Topem-me só a Star Mat, provavelmente a primeira scooter em preto-fosco de fábrica na História! Esta foscosidade maravilhosa também existe em verde tropa e cinzento.

LML Star Mat
Todas as fotos da LML Italia

As ofertas em dois tons parecem já não ter bancos com cores de pastilha elástica - o meu sistema gastrointestinal agradece profusamente - que foram, antes, relegados para um programa de customização onde podemos dar rédeas ao mau gosto com combinações de cores, acessórios e autocolantes. Inovador e interessante! Duvido que este programa chegue a Portugal, mas posso estar enganado.

As Star RS de 4 tempos conjugam uma cor vibrante com pormenores em preto fosco e pinça de travão/mola dianteira em encarnado rácingue. A ideia é terem um aspecto desportivo para a malta nova, mas infelizmente é só mesmo o aspecto que é desportivo.

LML Star RS

Tal não se passa com a barrotada Star Corsa (guardei o melhor para o fim), construída especialmente para as pistas de competição! Esta não é uma scoter homologada e não poderá ser usada na estrada! É, sim, uma Star normal a 4 tempos que leva um kit Polini de alumínio (com camisa de ferro) de 165cc e taxa de compressão 10.3:1, um carburador Mikuni de 22mm, um escape desportivo, pneus de corrida, amortecedores ajustáveis à frente e atrás, e um rotor de disco flutuante. Mega-nice! Por trás deste modelo de corrida está a possibilidade de se lançar um Troféu Polini/LML, uma ideia excelente e que consigo ver a ter uma edição lusitana.

LML Star Corsa

Confesso que a LML, como marca capaz do desenvolvimento de produtos independentes e criativos, não me impressionou grandemente a princípio. No entanto, a maré está a mudar. O universo das scooters está a ficar mais colorido e mais popular graças aos Indianos.

3.11.10

Vespa e LML em mega-picanço comercial

A montanha pariu um rato. Depois de tanta especulação e boatos tubulares completamente infundados (quem diria que não se pode acreditar em tudo o que se lê nas internétes!!) a nova PX é igual à antiga. Os motores a 2 tempos de 125 e 150cc estão intocados, excepto pelo facto de estarem catalizados até às guelras para cumprirem as legislações ecológicas; não há 200cc para ninguém.

No campo estético temos um banco horroroso que parece ser duas metades completamente diferentes coladas à pressa. Mas que raio?... Eu até gosto da dianteira moderna mas não tem nada a ver com a traseira! É com agrado que registo o aparecimento do nariz do modelo P original, bem como um "bacalhau" old-school e uma cor azul deliciosa saídos directamente dos anos 70. Lindo! Porque é que o mesmo gajo também não tratou do banco?

P1190090
Todas as fotos da SIP Scootershop

É obvio que o regresso da PX foi grandemente impulsionado pelo sucesso das LML e que a Piaggio está a contar roubar o mercado aos Indianos. Aqui em PT já se sabe que isso vai ser difícil por causa do preço bastante inferior das "chamuças", e também porque os Kanpurianos não têm estado parados e têm troco para dar. Ah pois é! Na calha estão a Star Electric (autonomia 70km, Vmax 45km/h) e as Star I com injecção de combustível que terão uma versão 200cc e 12 cavalos, disponíveis já no início de 2011 com uma estética refrescada.

P1190131
O motor eléctrico na roda traseira da Star Electric

A Lambretta, essa, tropeçou na linha de partida :-\. Mais novidades amanhã!

P1190165

2.11.10

A nova PX é a velha

A primeira foto (alegadamente), via Hell for Leather. Deverá ser apresentada hoje, com motor a 2 tempos e mudanças manuais. Ainda estou em choque.

The "new" 2011 Vespa PX

Mas, mas... Onde é que já vi...

Vespa_150_PX