11.4.07

Escape da GTS250

Aparentemente, há uma junta qualquer no escape da GTS (GT?) 250 que nalguns casos poderá falhar/ falhou prematuramente. Também é uma peça que deverá ser usada apenas uma vez. Se reutilizada indevidamente, poderá libertar gases quentes que causarão todo o tipo de danos horrorosos nos interiores da máquina. Muitos mecânicos caseiros ou até profissionais poderão não estar cientes da importância do uso de uma junta nova sempre que se desmonta o escape (para trocar de pneu, por exemplo) o que, aliado ao seu preço não convidativo de 30 dólares, poderá dar molho.

A Piaggio não tem sido entusiástica a avisar os seus clientes deste ponto sensível, segundo variadas fontes (net). Mas nada temam, pois a Horta desenvolveu uma técnica para desarmar esta situação escaldante, exemplarmente ilustrada por uma amiga do Maia e apresentada em exclusivo mundial e até nacional, aqui e agora, na Horta.

Fotos variadas II

Algumas fotos variadas... Uma Rally restaurada com um interruptor de travão por cima do motor (para avisar que o balon caiu na auto-estrada!!??), uma cruzeta desfeita (aauuuuu!), e um restauro asiático daqueles em que se dão ao trabalho de soldar 3 bocados de quadro para fazer um e cobrir tudo com massa e betume, mas não encurtar o descanso para roda 10 porque é complicado. E já que a malta também curte os clássicos de 4 rodas, apanhei esta 4-éle "papa-móvel" pintada de fresco num delicioso verde-bronze, como os primeiros Séries. Yum-yum! Para finalizar, mais uma sucatice da minha VBB, uns encostos dos calços de travão "engrossados". Quando os calços se gastam, uma visita ao Ti Manel das Favas que tem um maçarico é muito mais simples que comprar uns calços novos. Engenharia Mecânica Agrícola Aplicada nacional no seu melhor.