25.12.09

E os vencedores são...

Serve esta posta para anunciar os vencedores do grandioso concurso de arrumação da garagem da Horta (GCAGH), onde os leitores podiam escolher magníficos prémios!
  • Líquido de bateria - Sérgio. A sua frase: "Olá, ainda tens o líquido de bateria? Eu fico com ele."
  • Revista - Marrazes. A sua frase: "Olá, ainda tens a revista? Eu fico com ela."
Considerando a fraca qualidade das frases e o facto que só consegui entregar 50% dos prémios, atribuo a classificação de fracasso ao GCAGH. Se quiserem o boné ou a cinta, basta apitar. Já sabem qual é a frase vencedora e tudo...

P.S.: Acerca desta avaria, o problema era mesmo um prato eléctrico podre, provavelmente causado por uma fuga de óleo do retentor da cambota. O meu palpite de que era algo grave estava correcto, já que dois terços do LICET não conseguiram resolver a avaria na estrada.

22.12.09

16.12.09

Obrigado, SIP, por usarem a minha foto...

...mas podiam ter perguntado primeiro :-\. Sempre está marcada como "all rights reserved"... (via Vespa & Companhia) De qualquer maneira, é bom ver o Manel fazer as rondas internacionais.




11.12.09

Estofo customizado para Vespa


Aqui está o meu novo estofo! Não tive muito tempo para pensar no que queria fazer; a minha ideia original era transformar o banco num logótipo gigante da Pinasco com a mensagem "Eat my dust, bitches" bordada na traseira em fonte gótica mas, felizmente, decidi-me por algo mais conservador: a mesma cor e formato de origem com umas riscas Italianas e os ETs da Horta bordados de lado.


Os especialistas em Famalicão

O trabalho foi realizado pela JN Seat Covers de Famalicão, um especialista em estofos customizados. São perfeitamente capazes de fazer estofos "normais" mas dedicam-se principalmente a customizar bancos de motas, moto-4s e jet-skis. Podem ver aqui uma extensa colecção de trabalhos realizados para ficarem por dentro das possibilidades e começarem a tirar algumas ideias para o vosso novo estofo.



As possibilidades são ilimitadas

Na luta pela dominação mundial via têxtil existem várias frentes de batalha onde podem lutar:
  • cores: para além das suspeitas do costume e outras nem tanto, vi vários tecidos metal flake (parece plastificado por cima de purpurina) que mandavam g'anda estilo;
  • texturas: vi umas texturas estilo entrançado de kevlar ou fibra de carbono com um aspecto moderno que ficariam a matar num projecto mais tuning;
  • bordados: tudo que seja letras e números nem deve dar luta. Levem uma imagem digital como o símbolo do vosso Vespa Clube ou semelhante e ela será transformada num colorido e palpável bordado. Viram aquela capa com chamas que eram apenas os contornos bordados? Liiiiiindo! Sejam imaginativos;
  • espumas: os especialistas da JN deverão ser capazes de moldar a espuma para mudar o formato do vosso banco. Rebaixem-no ou transformem-no num selim tipo corsa.

É só escolher, freguês


Olha-me este 'metal flake' a brilhar!



Os bordados metem-se debaixo do rabo, não no colete

A JN Seat Covers já possui o molde para o banco moderno da PX (que deverá ser exactamente igual ao da LML wink wink) o que lhes permite fazer capas sem o banco; no entanto, para obter os melhores resultados, recomenda-se o envio da peça toda.

Pois é... Qualquer um pode kitar um motor e umas suspensões, montar umas rodas e uns faróis XPTO e mandar fazer uma pintura. A última fronteira é o estofo do banco e estamos prontos para atravessá-la. Pelo mesmo preço de um par de pneus decentes (o custo indicativo para um estofo customizado como o meu com bordados é 75€) pode-se mudar radicalmente o estilo da nossa scooter e torná-la indiscutivelmente especial. Liguem para o Miguel (os contactos estão no site), digam-lhe o que têm em mente e ele fará os vossos sonhos realizarem-se.

9.12.09

Sinoblocos paridos: episódio 47

Outra vez? Esta nem precisa de risquinho vermelho... As pessoas realmente andam nestas Vespas? (e sou só eu a achar que é preguiça estar a fazer furos numa pintura fresca?)



6.12.09

Salão de Aveiro

O 4º Salão Automóvel Antigo-Clássico e Sport de Aveiro, ou a "feira de Dezembro", foi uma surpresa agradável em termos de tamanho já que ocupava ambos os pavilhões e todos os corredores interiores. Ainda não se compara com a Automobilia de Abril mas vale a pena a visita.

No que toca a scooters não havia nada de extraordinário à excepção de duas coisas. A primeira foi esta Sprint com o chão putrefacto que se mantinha num estado morto-vivo à força de abundante soldadura terceiro-mundista.


A outra foram estes autocolantes/ decalques indicadores de pressão dos pneus numa Carina cinzenta-prateada que tinha aspecto bastante original. Estavam do lado direito apenas, um no guarda-lamas e outro no rabo logo depois da tampa lateral. É claro que existe a possibilidade destas marcações não serem "de origem" mas os valores de pressão batem certo com os indicados no manual; é mais uma peça no grande puzzle Carina.



4.12.09

Chez Mexe



Fui visitar os novos pousos daquela mítica personagem da cena scooterista nacional, o Mexe/ Paperino/ carteiro de Águas Santas, e fiquei agradavelmente surpreendido. O rapaz parece mais dócil e concentrado, e as suas instalações - ainda em processo de organização - revelam grande potencial. Várias montagens para "clientes" estavam em lista de espera e, mal estas estejam terminadas, será a vez de atacar os projectos pessoais sempre em constante mutação. Tenho a certeza que ouviremos falar deles quando estiverem na estrada.

3.12.09

Garagem Neca Maravilha



O Sr. Manuel, ou Sr. Neca, surpreende pela sua vitalidade e energia numa idade avançada bem escondida. A sua oficina, em Vilar de Andorinho, fica a menos de 20 minutos do Porto e é um segredo bem guardado. O ambiente é acolhedor, com um toque old-school, e alberga uma mão cheia de Vespas e Lambrettas em processo de restauro, bem como uma diversidade de peças suplentes Innocenti originais.

O Sr. Manuel trabalhou durante duas décadas em Lambrettas quando elas ainda eram fabricadas, a maior parte do tempo como mecânico do importador da Lambretta na África do Sul, que procedia à distribuição por todos os países vizinhos. Também teve oportunidade de trabalhar com Vespas mas a sua carreira ligou-o intensamente à marca de Milão.

Se estão à procura duma oficina experiente para realizar um restauro ou reparação na vossa Lambretta (ou Vespa, ou qualquer outro tipo de ciclomotor) a um preço refrescantemente acessível, a Garagem Neca Maravilha merece uma visita.

2.12.09

Vespas do Continente

O Continente da Maia usa Vespas para efeitos de promoção, ou algo parecido. Peço desculpa pela foto xunga, e pelo facto de estar a conduzir um carro quando a tirei.



1.12.09

Alguém avariou na Ribeira

... e não fui eu. Ou é algo mesmo sinistro como um pick-up morto, ou então é algo embaraçosamente simples como um mau contacto. O tempo o dirá e eu o retransmitirei. Pelo menos não choveu.