28.4.07

Um dia em cheio

Mais um pulito a Aveiro para espairecer e dizer olá à famelga. Fui passear para a zona dos portos, e quando dei por isso estava nuns terrenos industriais enormes e desolados que suspeito pertencerem ao porto químico, e que desconfio estarem vedados ao público (ups). Havia para lá umas paisagens giras, com uns montes de areia gigantescos e maquinaria industrial bizarra no meio de sítio nenhum. Fez bem à alma.

À noite, rumei à Tertúlia Castelense para uma noite de música "comme il faut". "The Poppers", potenciados por um sistema audio de qualidade e o acompanhamento do teclista dos Delfins, entregaram mais uma performance electrizante. Os rapazes nem deixam aquecer a música- puxam logo a primeira às rotações máximas e depois é sempre a metê-las, sem cortar gás ou usar a embraiagem. Arrepiante! Ouvi uns rumores que eles deixam as cordas da guitarra e os paus da bateria de molho em óxido nitroso durante 24 horas, antes de cada concerto...

O Professor X a seguir carregou nos botõezinhos certos e "tocou aquela", uma atrás da outra, sem falhar. Os meus pontos altos da noite foram a versão vintage de "Tainted Love", e uma visita à faixa sonora de um dos meus filmes favoritérrimos, "The Commitments", com "In the midnight hour". Posso dizer com segurança que a noite cumpriu os meus padrões mínimos de satisfação. Mais 250kms já cá cantam.