6.4.08

Falha estrutural crítica no elemento flexível de comando de down-shift

Já não partia um cabo há uns dois anos! Fiz uma figurinha a meter-me à frente de todos no semáforo e a arrancar à campeão, para tentar meter uma segunda inexistente graças ao cabo partido, avaria anunciada à freguesia inteira por uma aceleradela em vazio verdadeiramente portentosa.

P1010902

Toca a encostar, a desmontar a armadura urbana, e a pescar a bolsa de ferramentas do fundo do porta-luvas. Sentadinho no passeio se vai ao longe. O cabo das mudanças pesadas (o de fora) desfiou onde entra no afinador, logo à saída da "asa de morcego". A operação de substituição demorou um pouco mais que o normal pois não me apercebi que ainda tinha ficado um bocado de cabo todo amarfanhado dentro da bicha. Quando o extraí, o comboio da suavidade e eficiência mecânicas entrou na estação com a sua carga de experiência e celeridade old-school. Três voltas e meia ao afinador depois, e já estava eu de volta à estrada. As mudanças já não estão esquisitas, como era hábito há já um ano... Às tantas o desfiamento demorou um ano... ***encolher de ombros complacente***

E sim, tirei a foto aos restos do cabo gordurento e oleoso em cima do banco. Sim, é por isso que o banco está preto como carvão. ***encolher de ombros resignado***