25.5.09

Automobilia massiva

Os dois dias da esperada Automobilia acabaram de passar, e agora só há mais em Dezembro com aquela versão "light". Não sei se continuam a cometer a burrice de abrir as bilheteiras ao mesmo tempo que abrem as portas em vez de 10 minutos mais cedo porque cheguei só às 11. A PX continua a comer auto-estrada como se só tivesse 50.000 kms, incrível.

Automobilia em Aveiro

Estavam lá montes de gente; só se anda bem nos corredores à hora de almoço e é isso que vou começar a fazer. O gang junta-se todo lá, do Norte e de Lisboa. Por três ou quatro vezes fui parado nos corredores por pessoas que não reconheci e que foram obrigadas a explicar-me de onde é que as conhecia.

Muita gente, muitos carros; um pouco menos de scooters podres e espanholas; várias LML novas a 2000 euros mais documentação, tanto 125 como 150; uma fiada de Vietbodges horrorosos; a Vespa Daniela; vários sítios com peças novas, mas pouca coisa de peças usadas; muitos expositores, nacionais e estrangeiros.

Automobilia em Aveiro

Muita gente, já disse isso? Para além dos Vietbodge, que evitei com todas as minhas forças (está para breve o relato, lembram-se?), observei mais um par de fenómenos preocupantes: LMLs económicas pintadas em azul-cueca de origem, e o primeiro avistamento significativo de Vespas de três tons

[editado]