13.10.08

Carina nas revistas

Hoje fechamos um trio de postas dedicadas às aparições recentes de scooters clássicas nas revistas, com incidência na máquina nacional Carina. A revista DaMotoClássica nº 5 dedicou uma ficha de características à S170, e a revista DaMoto nº13 apresentou o modelo e a sua história.

P1050283

P1050257

Novidades interessantes:
  • A designação original do modelo era S170. As funcionárias da Casal, que entretanto desenvolveram afecto pelo produto que fabricavam, começaram a tratá-la por "Carina", expressão que significa "querida" na região de Aveiro;
  • As cores existentes indicadas são o branco, azul, verde e vermelho. Ora a antiga lista de factos da Carina indica o branco, cinzento e azul. Está assim adicionado o vermelho, um tom bastante raro. Acho que ainda só vi uma única Carina, a do Tiago Admin, nessa cor.
Os colegas da DaMoto escrevem que a Horta é "[u]m dos principais centros de informação deste tipo de moto nos dias de hoje". Ei, se está escrito numa revista é porque deve ser verdade! Todos sabemos que os jornalistas nunca se enganam, certo? De qualquer maneira, já tenho uma colecção de imagens e manuais jeitosa.

Também se podem apreciar dois anúncios de época, a meu ver inéditos. Notem a salina como pano de fundo, típica da região Aveirense. Acho que o executivo responsável pela publicidade da Metalurgia Casal tinha algum fetiche com loiras de cabelo comprido...

Casal Carina S170

Para finalizar, a obrigatória tatuagem simulada que usarei para projectar o meu hardcorismo e para me salientar entre as moles intermináveis de scooteristas com Carinas recuperadas que vão invadir as ruas depois de terem lido nas revistas da especialidade que a Carina está "in".

CARINA