28.1.17

Há 15 anos - 2º Aniversário do PortugalVespa

A comemoração do 2º aniversário do "YahooGroup" PortugalVespa foi invulgar: como o LTB teve um encontro imediato de 3º grau com um carro, decidimos ir visitá-lo ao hospital, em Leiria. Hoje em dia é só clicar na carinha triste no Facebook e já está feito, muito mais prático.

de lado

mala

simbolo

PVpeople

Reza a lenda que esta foi apenas a primeira duma longa lista de PXizers que o LTB escavacou por completo.
     

24.1.17

Vídeo institucional da LML e do seu novo triciclo Buddy

Os vídeos com LMLs são os melhores vídeos. Aqui está outra jóia, repleta de poses dramáticas, pessoas a fingir que estão a discutir algo interessante, absolutamente todos os planos da Escola Superior Rajiv Gupta de Anúncios de Televisão, e até alguns segundos filmados com drone.

E, também, a primeira vista de olhos ao novo triciclo comercial da LML, o Buddy, sobreposta a uma tocante história secundária de um pai que consegue sustentar a sua família de sonho graças ao seu novo triciclo. Presumivelmente até este ser roubado, o que levará o pai a mergulhar numa espiral irrecuperável de alcoolismo e miséria. Não me parece que dê para transformar o Buddy em tuctuc pois não deve conseguir carregar com um casal de turistas norte-americanos.
  • Menos: narração em Indiano
  • Mais: banda sonora não é o "I gotta feeling"


23.1.17

Bob constrói um armário de ferramentas - parte 4

Depois do desastre de visualização 3D mental em que parámos na sessão anterior, fui obrigado a pegar no instrumento de correcção universal, a rebarbadora. Uma sessão de rectificação dimensional e um ou dois discos de corte depois, o problema estava resolvido. Só desperdicei duas horas e só me magoei uma vez. Recompensei-me pela resolução não muito dolorosa deste problema espinhoso snifando um pouco de diluente.

homemade tool chest

Foi também por esta altura que eu descobri que a cantoneira do topo é de 25mm, apesar de eu ter pedido 20mm ao tipo da loja. :\ Sabotador dum raio.

A snifadela de diluente permitiu-me começar a cortar as gavetas sem me preocupar com a quantidade estúpida de trabalho que isso representa. (pude usar o armário semi-acabado como suporte das placas, o que foi bom, mas a largura da minha área de trabalho era pouco maior que a largura das placas, o que foi mau) Uma peça já está, só faltam 35.

homemade tool chest

Se estão a pensar que não há grande relação entre corte de aglomerado e um blogue scooterista, fiquem sabendo que usei a minha esferomáquina da SIP para marcar os cortes. Desculpas aceites.

homemade tool chest

Nunca mais faço gavetas na minha vida!!! Pelo menos até ter uma garagem grande e uma serra de mesa...

homemade tool chest

Montando gavetas...

homemade tool chest

... com o olhómetro de precisão...

homemade tool chest

...tentando não fazer burradas grandes...

homemade tool chest

...e não correu muito bem. A escassa tolerância das corrediças não conseguiu absorver todas as minhas burradas inexactidões inerentes ao processo construtivo em questão. Tive que andar a inventar com anilhas mas pronto, 'tá feito. Se for necessário, mais tarde, tiram-se as gavetas e fazem-se uns espaçadores decentes.

homemade tool chest

Nem se nota que foi rebarbada à bruta! Uma borradela de verniz e uns puxadores de gaveta hipsters depois, e está concluído este capítulo da minha vida. A minha garagem é um sítio melhor.

homemade tool chest

homemade tool chest
  

20.1.17

Bob constrói um armário de ferramentas - parte 3

O meu armário de ferramentas artesanal está a funcionar tão bem que decidi aproveitar o entusiasmo e a energia cinética construtiva para gerar uma versão maior para baixo. Terá a mesma largura e profundidade, 80 centímetros de altura mais rodas, e também seis gavetas (mas mais altas). O OLX forneceu-me rodas reforçadas a 3 euros cada e o Bunker ofereceu um tubo quadrado potente que tinha o comprimento perfeito.

homemade tool chest

O primeiro passo: soldar uma base rectangular.

homemade tool chest

O segundo passo: cortar a base rectangular porque ficou toda torta. Soldá-la novamente na bancada em vez do chão porque a bancada é bastante menos desnivelada que o chão.

homemade tool chest

O terceiro passo: cortar a base rectangular mais um pouco porque ainda estava meio torta e soldá-la novamente.

O quarto passo: mandar um "que se lixe, já está bom" e montar as rodas com parafusos M10.

homemade tool chest

Respondendo favoravelmente a uma nova solicitação, o OLX alinhou-me com um lote catita de contraplacado (7.5 euros, bom negócio) e a Rua do Almada proporcionou a aquisição de cantoneira de 30mm (para os verticais) e de 20mm (para a base no topo).

homemade tool chest

Soldei a base no topo tendo muito cuidado para ficar tudo quadrado, com sucesso parcial. Os perfis tiveram que ser entalhados nas extremidades para encaixarem; cortar as extremidades a 45 graus e soldar as resultantes arestas finas com eléctrodo pareceu-me uma boa receita para um desastre irrecuperável.

homemade tool chest

homemade tool chest

Os verticais apontados no sítio. Não foi bonito tentar colocá-los todos perpendiculares, paralelos, alinhados e às distâncias certas. :\ Ainda pensei em cortar os painéis de aglomerado primeiro e usá-los como "esquadros" para garantir que os verticais ficavam no sítio, mas foi tudo à frente da máquina de soldar. Em retrospectiva, não teria sido uma má ideia.

homemade tool chest

homemade tool chest

A levar a primeira "demão" de aglomerado que se tornará, espero eu, em parte estrutural e reforçante (reforçativa? refórcita? reforçamentosa?) do armário. Uns entalhes para acolher as porcas de fixação das rodas (não se vêem do lado de fora) e uma lambidela de verniz para prevenir contra derrames acidentais de Sumol e está a rolar.

homemade tool chest

homemade tool chest

Pintura! Eu ia pegar no spray preto mas, imediatamente por trás, estava o spray azul a sussurrar que só se vive uma vez. Sim, a minha garagem é muito apertada. Posso queixar-me e resmungar e sonhar com uma oficina grande, ou então posso construir um armário de ferramentas ou dois.

homemade tool chest

Não ilustrei este passo no relato do armário superior. As corrediças vêm preparadas com umas pequenas abas que encaixariam em aberturas no metal, num armário e gavetas metálicos. Só que o meu armário não é de metal e por isso tenho que partir as abas em 24 peças diferentes, limar as arestas em 24 peças diferentes, realizar furos em 24 peças diferentes, e limpar as limalhas metálicas que caíram para os rolamentos em 24 peças diferentes. E só então estou pronto a montar as corrediças. Poupar dinheiro dá trabalho...

homemade tool chest

homemade tool chest

E então, subitamente, o DESASTRE! Excesso de confiança, distracção, mau karma, não sei. Eu sabia a espessura das corrediças de cabeça e fiz as contas para me certificar que havia espaço para a gaveta... mas as corrediças batem nas colunas e não conseguem sair. Duh. O pior é que acho que me lembrei deste pormenor quando comecei a pensar no armário, mas não consegui achar cantoneira de 20x30mm, costumam ser todas simétricas. Tive que comprar 30x30mm e lixei-me.

homemade tool chest

Conseguirá Bob recuperar deste beco sem saída estrutural? Ou será que três tardes inteiras de trabalho irão parar à reciclagem? Dulcineide descobrirá que Rovaldo é a sua irmã gémea? As respostas na Segunda-feira, exactamente aqui.
   

16.1.17

James May é o melhor ser humano do Universo

James May é o melhor ser humano do Universo, e faz anos hoje. Parabéns, James! Se apenas o conhecem do Top Gear, então estão a perder montes de coisas fantásticas como o refrescante Man Lab ou o adorável Toy Stories. Ele NÃO é um cavalo de uma única corrida.

A última série dele é o The Reassembler onde, durante 30 relaxantes minutos, este farol brilhante de sabedoria e conhecimento se dedica à remontagem metódica de um objecto ou mecanismo icónico com uma narração lenta e tranquila, pontuada por deambulações filosóficas sobre parafusos ou ferramentas, ou uma breve história de algum acontecimento mecânico obscuro. É absolutamente delicioso e estranhamente hipnótico! Já vi todos e verei todos.

O episódio mais recente tem como paciente uma pequena Honda Monkey que, apesar de fugir à definição estrita de scooter, representa um conceito não estranho aos gostos dos scooteristas. De qualquer modo, são 30 minutos de James May a apertar porcas e parafusos calma e tranquilamente. Like!