11.11.10

Autópsia do motor da Lambegreta

O Sr. Neca abriu-me o motor da DL com rapidez e destreza, à medida que ia inventariando o "desastre":
  • rolamentos e vedantes, claro
  • discos de embraiagem
  • corrente gasta
  • guias de corrente nas couves
  • pistão rachado
  • segmentos gastos
  • cilindro com calo
  • pivô das mudanças a necessitar de casquilho
  • calços de travão anoréxicos
  • anilha em falta no cubo
  • folga na biela
  • volante, prato de bobines e cambota duma LI série II (não perguntem...)
  • sinoblocos vietnamizados.
Talvez se safe o carburador...

P1220939

P1220934

P1220942

P1220936

P1220932
      

7 comentários:

kes! disse...

Isso assim era um motor à lá Kes! =D

PE disse...

Alguém disse um dia que "su cata és mi cata"... Ora bem, su cata! :)

Totti disse...

Sr. Neca é TOP a mexer em Lammys.
e a rolar???
em 3ª a subir... :)

Nuno Mesquita disse...

Se fosse uma Vespa esse motor dava para fazer mais 100mil km sem problemas ... é bem feito!

yoh! disse...

muito fixe o poder (do)comentar...

Leo_Dueñas disse...

É assim que se parece um mecânico europeu em seu local de trabalho? Assemelha-se a um zeloso Geppetto a esculpir carinhosamente seu Pinocchio, enquanto os que conheço do lado de cá do oceano fazem mais o tipo evocadores do "brinquedo assassino". Este senhor inspira-me sonho, já o que tenho cá perturba minhas noites numa profusão de pesadelos.

Abraço,
Leo

JB disse...

Até tenho medo de pensar em abrir o meu! Acho que vai continuar assim durante os proximos anos . . . .até passar a crise :)
. . .Por outro lado, o meu corpo fui percorrido por alguma inveja

abraço, JB