23.8.11

Bob mostra-vos o dedo do meio

Eu não só tenho mostrado um dedo do meio metafórico à Horta e aos seus leais seguidores por me ter baldado em Agosto, mas eis que me encontro agora a mostrar-vos o meu dedo do meio de modo bastante mais gráfico e explícito.

Gráficos by Microsoft Paint

O motivo de tão degradante demonstração digital é apresentar-vos as razões da minha ausência e implorar o vosso perdão. Se notarem bem, poderão observar que me surgiram calos no dedo do meio, tanto do lado da embraiagem como do lado do travão dianteiro, em resultado de muitos quilómetros de condução intensa. O que significa que este está a ser o...

Melhor

Verão

de Sempre!


(M.V.D.S)

Acabei de vos mostrar o dedo do meio e vocês gostaram, ahah. A Horta continuará a deslizar em ponto-morto em Agosto, findo o qual deveremos retomar a nossa programação habitual. Até lá não se esqueçam que a Horta vos ama. Ide rolar, meus filhos.
 

10.8.11

150.000 quilómetros!

 150.000 kilometers!

Porquê uma foto a mostrar 35.000 no mostrador? Bem, se adicionarmos mais 10.000 que estimo ter perdido em problemas de sem-fim...

Busted speedo drives, I haz them
O meu Colar Cerimonial de Sem-fins Defuntos (C.C.S.F.D.)
...mais 5.000 de saldo negativo quando o velocímetro deu tilt e teve que ser substituído por outro ferrugento mas funcional...

My speedo had a stroke

... e mais 100.000 porque já deu "a volta"...

99999 kms
Se procurarem "hardcore" no dicionário 'tá lá esta foto
 ...então temos a bela soma de 150.000 quilómetros! Feitos hoje! Isto torna a minha esforçada PêXizer na Vespa Com Mais Quilometragem de Portugal Que Eu Conheço (V.C.M.Q.D.P.Q.E.C.). Quase a fazer 25 anos, acusa o seu extenso uso com alarmante regularidade na forma de pequenas avarias e pedidos de atenção, mas continua sempre a andar quando eu quero e a travar quando tem que ser. E isso é suficiente para satisfazer as minhas modestas exigências.

Em comemoração destas quatro voltas ao planeta elaborei uma apurada e trabalhosa decoração que será apresentada exclusivamente no Ibero e/ou até quando a fita isoladora dos Chineses começar a descolar.

150.000 kilometers!

E, claro, actualizei a minha Tatuagem Indicadora de Status Scooterista (T.I.S.S.):


   

9.8.11

Bom karma eléctrico

Como certamente se lembram, a minha reparação dos piscas em tempo real blogacular live-broadcast não obteve uma taxa de sucesso equivalente à unidade. Os piscas da frente acendiam mas não piscavam, algo que o sr. agente da autoridade constatou de modo perspicaz quando me parou numa operação Stop de rotina. Aparentemente é uma falha merecedora de autuação mas, como eu sou uma pessoa simpática, ele limitou-se a pedir-me um autógrafo e a mandar-me seguir.

O Vasco palpitou e bem que deveria ser do relé, e assim parti em viagem de descoberta do dito. Enterrado do lado esquerdo do veículo, com a caixa da bateria a servir de túmulo (quase) inviolável, o relé passa os seus dias no escuro, ouvindo o zumbido imperceptível do rectificador, ao longo de um quarto de século findo o qual decide deixar de enviar sinal intermitente para os avisadores de mudança de direcção da proa.

P7146676

É aquela coisa verde dependurada.

E aqui entra o karma. O Rui Heinkel tinha-me arranjado umas baterias de UPS, e o Chef precisava de uma bateria para desenrascar uma mota jagunça, e eu tinha a mais e arranjei-lhe duas, e quando ele leu a reparação dos piscas na Horta ligou-me a dizer que tinha uns suportes de pisca a mais porque o meu estava fornicado, e eu perguntei-lhe se por acaso não tinha um relé a mais, e tinha sim senhora. Neste grande bailado kármico de entre-ajuda scooterista parece que o Rui Heinkel ficou a perder mas não, porque ele desfruta da minha companhia regularmente.

P8046819

Relé "novo" reciclado instalado e os meus piscas funcionam agora com a pujança duma rapariga adolescente no seu primeiro Festival de Verão. Também instalei nova bateria de UPS, desta vez com isolamento de vibração caprichado, factor que foi descurado e, creio, determinante na morte da última bateria de teste.

P8046822
Relatarei sobre a longevidade desta nova instalação no futuro. Bom karma e boas férias para todos nós.
  

2.8.11

Foto do dia

...
Foto de peppo peppo
     

PX a 4 tempos?

Circula o rumor - caso ainda não tenham ouvido - que a PX a 2 tempos actual não vai conseguir cumprir os próximos regulamentos ecológicos da União Europeia. Assim, a Piaggio vai lançar uma PX a 4 tempos em Novembro, no salão EICMA em Milão. Versões em 125 e 150cc, esperemos que com o quadro não mutilado. Alegria e caos!

Foto levemente relacionada com o assunto em questão
   

1.8.11

Foto do dia

the beauty and the ugly
Foto de Luca Prioli
   

Ignição electrónica numa Sprinter

Jovem! Queres meter ignição electrónica na tua Sprinter ou derivados? A SIP ajuda-te com uma nova cambota da Mazzucchelli que encaixa na Sprinter/ Super/ GTR/ VBA/ VBB/ GL e outras.

Até agora quem quisesse dizer adeus aos platinados tinha que optar ou por peças Bajaj ou pelo caro Vespatronic. A nova solução é uma cambota tipo Sprint, em tudo idêntica à original, excepto pelo espigão direito que toma o formato do da moderna PX, permitindo montar a ignição electrónica comprovada e acessível desta última. É necessário usar um espaçador para evitar ter que fazer modificações no prato de bobinas. O preço aproximado é €133.

Foto de SIP Scootershop

Jovem! Não te apetece abrir o motor para poderes atravessar os portões dourados para a terra da ignição electrónica? A ScootRS também tem algo que te interessa, um kit de conversão electrónico de 12 volt com um volante do tipo PX e um CDI Ducati comum. 100% completo, sem necessidade de adquirir peças extra, este kit serve em qualquer scooter do tipo VBB/Super/Sprinter (incluindo VLA e 125's semelhantes). O preço aproximado é 219 dólares.
Foto de ScootRS