29.10.10

Miniatura Monta-Plex

Eu sei que disse que a minha colecção de miniaturas estava encerrada mas menti. Não consegui resisitir a esta pequena preciosidade Espanhola de 55mm de comprimento, feita num plástico antigo invulgar (tem um toque semelhante a giz). A miniatura é composta por várias peças que encaixam umas nas outras, e a qualidade de moldagem é bastante fraca. Suponho que este seria um brinquedo barato e acessível, numa linha de várias miniaturas (listadas na embalagem) que se poderiam coleccionar.

Monta-Plex Vespa

A embalagem mostra algo semelhante à GS160, em primeira análise, mas que provavelmente é um dos modelos esquisitos que saíam das linhas de montagem da MotoVespa. O interior da embalagem faz publicidade a um modelo da nave Gemini, o que coloca esta pequena scooter mesmo no meio da década de 1960.

Monta-Plex Vespa

28.10.10

As cores nacionais

As cores nacionais estão mais apagadas que nunca. O país encontra-se no meio duma monumental agarradela e os nossos líderes políticos não possuem a fortitude necessária para puxar a embraiagem. Agarrem-se que isto vai doer.

Ape 50 in Portuguese colours

26.10.10

Offroaden im Deutschland

Os colegas da SIP foram fazer Vespa TT e, pelo vídeo e fotos, parece que se divertiram bastante. Porque é que nós também não vamos?...




Vídeo e fotos da SIP Scootershop

25.10.10

Carter novo

A DL ficou a andar mas muito mal. Assim, mandei vir um destes...

new indian SIL GP150 engine casing

...para meter neste. É uma longa história que envolve vedantes marados, suportes de amortecedor partidos e um carter de LI série 2. Paguem-me um Sumol e eu conto tudo.

lambretta lump

22.10.10

Mudança de época

Chegou a época fria. Consigo fazer tal afirmação pois as minhas calças já exibem a temida Dupla Faixa Húmida no Rabo das Calças, e também porque os meus parafusos começam a adoptar cores Outonais. Espero que não caiam todos como acontece às folhas das árvores de tons idênticos...

rusty screw

A concentração elevada de humidade associada à época vindoura obrigou-me a reavaliar o estado do piso dos meus pneus (ou a ausência do mesmo, em certos casos) e a proceder à aquisição de dois donuts pneumáticos frescos. Não há prémios para quem adivinhar o modelo que o Ranger Bob escolheu...

S83 love

20.10.10

"Ready, Steady, GO!!" Vintage Mod 60's Party

Aviso: posta sem conteúdo original.

"Ready, Steady, GO!!" Vintage Mod 60's Party

"O Vespa Gang apresenta-se pela primeira vez na noite do Porto, Ready, Steady, Go! Uma noite especial onde se comemora a melhor música dos anos 60 e as suas influências. Os celebrados hinos da melhor Northern Soul, Motown, Stax, clássicos do Ska, os Garage Nuggets, a Pop italiana e francesa dos anos 60 ou o pop yê-yê nacional, de tudo um pouco se pode ouvir nestas noites bem ritmadas. Exige-se um dress code cuidado, a la sixties, mod, perry boys...

Os selecters da noite são Miguel Angelo, músico e colecionador de memorabilia mod, Professor X, scooterboy confesso que já faz o trajecto Lisboa-Porto na sua Vespa 150 de olhos fechados, também para não ver o preço da gasolina e das novas portagens das SCUT's.

Tal como a mítica canção de 1965, de Dobie Gray, vamos todos celebrar o The 'in' Crowd... I'm in with the in crowd, I Know every latest dance, When you're in with in crowd, It's easy to find romance!"

Aqui no Vespa Gang, aqui no Livro de Caras, aqui no Plano B.

19.10.10

Primeira foto da nova Lambretta

Deixei o super-computador da Horta a funcionar durante o fim-de-semana inteiro (foi sempre a meter moedas!) e o raio da máquina conseguiu extrapolar o formato da nova scooter através da análise 3D das rugas do pano que a tapava. Foi uma cena mesmo CSI!


Agora a sério, há uma foto verdadeira no site mas não se consegue ver nada de jeito. Não é necessária a capacidade de processamento de um super-computador para se estimar que será mais uma acelera Taiwanesa de plástico com um lok retro de elegância duvidosa - muito semelhante a isto -, o equivalente Innocentiesco da Hammerhead La Vita.

O Pedro mandou um mail para os Irlandeses e recebeu uma resposta informando que este produto será vendido em Portugal; o contrato com um importador nacional será assinado nas próximas semanas; o veículo estará disponível em Abril; e os motores terão 50, 125 e 150 unidades de deslocamento cilíndrico.

Agora que já sabem tudo, reconheço que me enganei na colocação das aspas: em vez de "nova" Lambretta, deveria ter sido nova "Lambretta".

15.10.10

A nova Lambretta dará ratada à nova PX

Via 2strokebuzz chega-nos o rumor da possibilidade de aparecimento de mais uma Lambretta nova. Caso ainda não tenham reparado, existe uma meia dúzia de empresas/organizações que detêm direitos pelo menos parciais do nome Lambretta e todas elas tentam capitalizar esse nome mítico - o pessoal do 2strokebuzz tem mantido uma excelente vigilância no assunto (1, 2).

new Lambretta

Ficamos à espera de mais novidades da firma Irlandesa (!), especialmente de uma foto de corpo inteiro, para que o super-computador da Horta possa realizar um comparativo virtual entre a tubularidade da nova PX e o sistema de injecção de banha de iaque da nova Lambretta (especificações poderão mudar sem aviso prévio), tal como foi feito com a Vespa de madeira e a Lambretta de cartão.

Relembro que a Vespa ganhou esse comparativo por larga margem, e a pressão está no campo dos Italianos Indianos Irlandeses para empatar. Ah sim, prevejo mudanças automáticas, motor a 4 tempos, quadro tubular, carregador para telemóvel, distintivos de plástico cromado, preço acessível.

Edit: esta scooter está a ser lançada agora para estar no mercado em Janeiro, e já há uma foto dos bichos.

14.10.10

O barrote original - SS180

A segunda Vespa clássica mais rápida de todas (a Rally 200 é a única que a suplanta, 7 anos depois) com uma velocidade indicada de 105 km/h, cortesia do seu majestoso barrote de 62mm de admissão ao cilindro.

Super Sport

SS180 cylinder


(Tag secreto: "Projecto Águia")

11.10.10

GS dos "Correos"?

Graças aos meus super-poderes jornalísticos consegui obter a pulseira enfeitiçada que me permitiu entrar para o Jardim Mágico dos Veículos de Antigamente sem ter que pagar o tributo de nove moedas de ouro. Senão, não tinha ido ao Autoclássico, é caro como o raio.

É muito giro se gostarem de carros clássicos sobrevalorizados, veículos de corrida de interesse mediano e vendedores de peças de borracha para Citroen. Enquanto não obtenho 11 milhares de euros descartáveis para o DS dos meus sonhos, tive que me contentar em comprar ferramentas de saldo e miniaturas de Vespas, como esta "Super Vespa". Com 6 centímetros de comprimento, tem os dizeres "Hong Kong" por baixo tornando-a numa máquina bastante viajada.



Num desvio oblíquo mas planeado, pergunto qual de vós é que já foi a Espanha e não viu uma PX amarela a entregar o correio? Poucos, certamente. Eu próprio já fui surpreendido com uma gaeragem cheia delas na lateral da Igreja de Santiago de Compostela. Diabos, até havia uma foto a circular nas internétes duma pilha de Lambrettas amarelas com a cor e logótipo dos Correios Espanhóis a apodrecerem num campo qualquer. E é por isso que existe uma percentagem invulgarmente alta de chaparia para PX de tom amarelo e caixas descomunais de fibra de vidro a combinar nos classificados: são dos "Correos". Como a próxima miniatura.

Vespa GS "Correos"

Se realmente existiram GSs a serviço na empresa postal dos reinos de Aragão e Castela, porque é que não aparecem nos classificados? Onde estão os balons, os motores, os quadros a serem trazidos das sucatas ibéricas para os sites de classificados grátis lusitanos onde cada um é livre de anunciar os seus itens supérfluos e a sua falta total, completa e absoluta de civilidade e repeito pelo próximo? Será que há algum armazém fechado e perdido a poucos quilómetros da fronteira que esconde uma frota inteira de GS150s levemente usadas? Talvez, mas eu já tenho a minha GS dos Correos, por isso estou safo.

(índice de esforço literário/criativo nesta posta: 37%)

3.10.10

Base Aérea de Sintra, meados dos anos 80

Pois é, o Vespismo nacional nos anos 80 era bastante mais activo do que as pessoas imaginam. Já tivemos uma prova disso, e eis outra. O Sr. Alfredo da CicloFoz, uma das minhas paragens habituais para peças grandes e pequenas bem como apoio moral, teve a amabilidade de partilhar algumas fotos de corridas e passeios da época.

Sintra Air Force Base - Vespa racing in the mid 1980s

Sintra Air Force Base - Vespa racing in the mid 1980s

Uma PX125E igual à minha, provavelmente acabada de sair do stander ou quase, só com o pneu suplente desmontado e com um pouco de fita por cima dos vidros - siga a acelerar pela pista de aterragem fora em posição mega-aerodinâmica. Sweeeet! Estas corridas estavam incorporadas no programa do Campeonato Nacional de Velocidade e, como tal, tinham bastante público. A Horta espera poder trazer-vos mais imagens fantásticas como esta no futuro, mantenham-se atentos a este espaço.