4.11.09

Trocar os distintivos a uma LML

LML Star DLX

Já é um fenómeno estabelecido na CSCN a troca dos distintivos das scooters LML por distintivos Piaggio. Isto é algo que eu não consegui compreender inicialmente. Porquê "disfarçar" uma LML de algo que não é? Haverá aqui um sentimento de inferioridade mecânica latente? Existirão alguns motivos obscuros e reprováveis por trás desta transformação?

Decidi investigar o assunto entrevistando dois proprietários de scooters LML que realizaram a mencionada transformação. "LML1" é um jovem jornalista com uma LML há 400kms, e "LML2" é um jovem paginador com uma LML há 1500 kms. Aos colegas do Scooterlog agradeço a ajuda imprescindível na realização deste importante estudo científico.

Horta: Há quanto tempo tens uma LML?
LML1: Há 6 meses.
LML2: -- sem resposta --

H: O que é que te levou a comprar uma LML?
LML1: O gosto pela filosofia e estética da famosa PX!
LML2: -- sem resposta --

H: Quanto tempo demoraste a decidir trocar os distintivos pelos da Vespa?
LML1: 1 minuto depois de chegar a casa no primeiro dia em que a tive.
LML2: -- sem resposta --

H: De onde é que tiraste a ideia de trocar os distintivos?
LML1: Na original vespa deram-me a dica, enquanto ainda decidia se comprava uma ou não.
LML2: -- sem resposta --

H: Quais foram as razões que te levaram a fazer essa alteração?
LML1: O logótipo da LML é feio, e para todos os efeitos é uma piaggio.
LML2: -- sem resposta --

H: Achas que a tua LML foi beneficiada ou melhorada por isso?
LML1: De que maneira? Melhorada, anda mais 2kms por hora, à conta disso.
LML2: -- sem resposta --

H: Achas que existe algo fundamentalmente errado com a LML por ser um clone ou de origem indiana? Elabora.
LML1: Nada! A única coisa errada é que está sempre afogada e depois deita muito fumo branco durante kms e kms. É pouco verde esta motita.
LML2: -- sem resposta --

H: Preferias ter uma Vespa PX em vez duma LML?
LML1: É a mesma coisa, mas as LML são um pouco mais modernas. Disco e arranque eléctrico.
LML2: -- sem resposta --

H: Qual é que achas que é a percentagem de pessoas que vê a tua scooter e que presta atenção aos distintivos?
LML1: 100% se dissesse LML. 20% por dizer vespa, que é o que é esperado.
LML2: -- sem resposta --


H: Qual é que achas que é a percentagem de pessoas que vê a tua scoter e que julga que está a ver uma PX e não uma LML?
LML1: Espero que 100%, pois o logo hexagonal custou-me 50 cêntimos! Upa upa puxadote.
LML2: -- sem resposta --

H: O que achas que pensarão as pessoas que conseguem reconhecer uma LML alterada da tua scooter e dos teus motivos?
LML1: Deverão pensar: “olha, este gajo gosta tanto da moto que logo lhe tirou os logo da LML, fez bem!!”
LML2: -- sem resposta --

H: Achas que este questionário é parvo?
LML1: Não! Acho que de facto a questão “irmãs gémeas” e “será um LML uma PX” é pertinente.
LML2: SIM

Cheguei à conclusão, depois de estudar atentamente os dados recolhidos nesta extensa amostragem de dois sujeitos, que a resposta à minha dúvida sobre os motivos é muito simples: para ficar mais bonita. O pessoal das LML gosta de ter uma scooter bonita, como qualquer outro scooterista que se preze. Força colegas, customizem à vontade!