28.10.07

Nuova Vespa S

Como regra geral, não gosto das Vespas modernas. Só quando a ET saiu de produção, uns 9 anos depois de ter aparecido, é que o seu design novo e moderno deixou de me incomodar. Tenho sérios problemas com as LX e GranTurismo, que demorarão igual número de anos a ser resolvidos. Mas a nova Vespa S agrada-me. Cada vez mais.

A Piagio tirou toda aquela tralha que engrossava o avental, e deu um aspecto muito mais leve e agradável a essa zona, como numa Vespa antiga. O farol rectangular ganhou um lugar instantâneo no meu coração, pois significa o desaparecimento do farol redondo inclinado para trás que se vê nas suas irmãs. Não consigo gostar daquilo, lembra-me sempre as novas Harley. A traseira é deliciosa, de novo leve e simpática, com um farolim bonito e retro na melhor maneira possível. Para finalizar, o remate do estofo com o tubinho branco, exactamente como se fazia nos anos 60.

Também aprecio o guarda-lamas cortado, expondo completamente a mola vermelha. Outro pormenor giro é a existência de kits de autocolantes para personalizar a Vespa S. O meu favorito é o target italiano, mas as riscas racing também me fazem cócegas. Desgosto bastante do painel de instrumentos cromado, mas não é nada que não se conserte com um pouco de gueto-tuning ;-). Fico ansiosamente à espera de ver uma ao vivo, e que apareça uma versão 150; isso seria muito à frente. Entretanto, podeis visitar o site vespa-s.com onde decorre uma competição de decoração da Vespa S. Há lá um par de ideias giras. Infelizmente, só italianos podem participar.