26.1.10

Reciclagem de pneus

Desde a última arrumação que a minha garagem possui separação de lixos: Vespas para um lado, Lambrettas para o outro! [rim shot] Agora a sério, tenho um saco para o lixo tradicional, um para papel e outro para plástico, uma caixa para metal (que já existia), e ainda a garrafa do óleo velho. Faltava apenas tratar da pilha de pneus velhos que já me dava pelo peito!

Como eu descobri após uma curta viagem de bicicleta, pneus não são aceites nos Ecocentros :-\. Acho que o normal é as oficinas ficarem logo com os pneus velhos quando são trocados e tratarem elas da reciclagem; é por isso que se paga o ecovalor...

Tire recycling

Pois bem, existem empresas como a ValorPneu que aceitam pneus usados (entre outros resíduos) gratuitamente para reciclagem, e cujos pontos de recolha estão espalhados por todo o Continente e Ilhas. No entanto, o processo não se revela tão imediato como dar um pulo ao Ecocentro ao fim-de-semana e esvaziar a bagageira. Eis a lista de passos:
  • descobrir uma empresa que esteja perto (fácil de fazer na internet);
  • entrar em contacto para confirmar a documentação necessária e marcar a entrega;
  • obter uma fotocópia do nosso cartão de contribuinte;
  • obter um impressozito básico fornecido pela empresa em formato electrónico;
  • obter uma GAR, ou Guia de Acompanhamento de Resíduos. Este último papel é o único que tem truque, já que é pago. Não sei se a INCM ainda vende os impressos em papel mas o impresso electrónico está aqui (ajuda para preenchimento aqui, o código LER para pneus usados é o 160103). Custa 43 cêntimos, e eu paguei usando um cartão de crédito virtual MBNet que criei na hora (não gosto de cartões de crédito!). A GAR apareceu na minha caixa de correio instantaneamente;
  • imprimir os documentos todos;
  • ir descarregar os pneus nas instalações acordadas.
Eu completei a lista hoje e o processo é bastante rápido, incluindo pesagem do carro antes e depois. A menina do balcão não gostou das minhas "cópias" da guia e queria que eu comprasse outro impresso em papel; tive que explicar que se tratava de um documento digital e, após um par de telefonemas para os superiores, a coisa passou. É tristemente claro que a lei do menor esforço dá prioridade a passar pelo pinhal no Domingo de manhã e a colocar o lixo na berma da estrada, mas fazer as coisas correctamente dá outra satisfação. Se quiserem, já sabem como.