2.3.08

Markl, liga-me!

Eu não costumava ouvir o Markl na rádio. A cena dele começava exactamente à hora em que eu tinha de sair de casa para ir trabalhar (de Vespa, sem rádio). Se eu por acaso ouvisse a musiquinha de início da dita rábula, então já estava atrasado. Durante muito tempo, Markl equivaleu a stress, trânsito, atrasos e frustrações.

Não obstante esta desanimadora coincidência de horários, uma vez consegui apanhá-lo a confessar que gostaria de ter uma Vespa mas, infelizmente, nem sabia andar de bicicleta. Sim, isso é um problema. Mas, Markl, tu mereces uma Vespa!

É aqui que eu entro: Markl, eu posso ser o teu personal trainer em assuntos ciclomotorizados. Ensino-te tudo o que precisares de saber sobre bicicletas, Vespas, ferramentas eléctricas, sobrevivência em cima duma bicicleta, sobrevivência em cima duma Vespa, e sobrevivência ao lidar com ferramentas eléctricas.

Temos quase a mesma idade, óculos e barba. Sou o maior viciado nos Monty Python do meu prédio (exceptuando a velhota do 1º direito mas essa é mesmo apanhada) e estou dedicado de corpo e alma à salvação do planeta por intermédio da escrita cómica. Somos praticamente almas gémeas, dude!

Eu correria atrás de ti a segurar-te no selim; beijar-te-ia os dói-dóis nos joelhos quando fosses ao chão; transportar-te-ia ao hospital quando fosses mesmo ao chão. E depois dos curativos, poderíamos passar preguiçosas tardes de Outono a discutir trivia obscura dos Simpsons e do Family Guy, e a inventariar as possíveis utilizações de uma colecção de laptops antigos. Eu escreveria a nova época dos Gato Fedorento e ganharia pipas de dinheiro que desapareceriam num mau investimento num revolucionário projecto hidroeléctrico no centro de Espanha. Tu e eu tornar-nos-íamos nos melhores amigos de todo o Universo mas não conseguiríamos exprimir os nossos sentimentos, como homens latinos emocionalmente subdesenvolvidos que somos. "Tu completas-me e devo-te tudo o que sou" sairia algo como "quase que te espalhavas lá atrás, ó palhaço". Sim, porque daríamos longos e emocionantes passeios de Vespa, como num anúncio de refrigerante dos anos 80, onde nos riríamos como colegiais japonesas depois de apanharmos refrescantes molhas debaixo dum lindo Sol acolhedor.

Por isso liga-me, Markl. Para os leitores que queiram ver florescer este man love entre Bob e Markl, podem clicar aqui no blogue dele muitas vezes, a ver se a Horta lhe chama a atenção. Entretanto deixo aqui uns iscos para os motores de busca, a ver se o homem vem cá parar. Dedos cruzados...
  • Nuno Markl
  • Nuno Markl rula
  • Nuno Markl sucks
  • quero ter os filhos de Nuno Markl
  • Nuno Markl é um semi-deus bronzeado e musculado, Mestre Supremo de todo o éter e multimédia, e referência incontornável e perene do estilo geek chic. Sagradas são as suas mãos pois traduziram os Escritos de Cleese, Palin e companhia.
  • Nuno Markl aprender a andar de bicicleta vespa
  • bicycle vespa riding for dummies
  • como não morrer em cima duma Vespa
  • horrific scooter bicycle injuries
  • hot lesbian sex
  • cenas curtidas com aquelas vespas antigas
  • Markl quer Vespa
  • preciso de estagiários que queiram ganhar pipas de dinheiro
  • ideias obscuras e refinadas para postas de blog/ série humorística de televisão/ rábulas na rádio/ discurso de gala chique de entrega de prémios/ nova época do Gato Fedorento envolvendo profundo conhecimento de Vespas, bicicletas e ferramentas eléctricas
  • investir num revolucionário projecto hidroeléctrico no centro de Espanha