30.7.10

Scooters no MUDE - o vídeo

Aviso: PSCO! (Posta Sem Conteúdo Original)

Para os não-Lisboetas impossibilitados de visitar aquela exposição de scooters no MUDE, fica aqui o relato visual cortesia da Câmara Municipal de Lisboa:

Scooters em exposição no MUDE from Câmara Municipal de Lisboa on Vimeo.

(e mais aqui, aos 18:18)

29.7.10

Viagem no tempo: Porto-Vigo-Porto em 1987

O Pedro Neto mandou-nos um link soberbo do blog "Foi mesmo bom", publicado pelo Alberto Pires, que se debruça sobre o motociclismo nacional na década de 80. O blog apresenta um longo vídeo que relata um passeio Porto-Vigo-Porto realizado há 23 anos atrás! Isto será um choque para muitos mas sim, o Vespismo existe há mais de três anos...

Eu já tinha ouvido falar destes passeios com o patrocínio do Meridien e outras marcas grandes que existiam na altura mas não "encaixei" bem: cem gajos com tudo pago, era mesmo à patrão! Nesta magnífica viagem no tempo é impossível não notar as roupas, os penteados e os capacetes hilariantes! Aos 21:13 também aparece um jovem Pedro Pinto. Na altura ainda havia Vespa Clube de Portugal e T5 novas nos standers!

Não coloco aqui o vídeo porque o blog merece a visita- é clicar no primeiro parágrafo. Magnífico documento histórico do Vespismo do Norte! "Meus senhores, vamos embora que a polícia está à nossa espera!"

28.7.10

Tudo sobre a nova PX

A notícia circulou pela CSCN (cena scooterista clássica nacional) como um incêndio florestal de Verão numa encosta cheia de mato seco: a Piaggio vai voltar a produzir a PX. Os pormenores são inexistentes, apenas se sabe que poderá ter motor de 2 ou de 4 tempos, e que talvez apareça nos salões de final de ano. Para contrariar tal seca de informação, peguei no meu caderninho preto e localizei a página que diz "contactos secretos em Pontedera". O telefonema passou-se deste modo:
Bob: Tou? Tou? Tá lá? Tou? Tou? Tá lá? Tá lá? Tá lá? Tãomoubir? Tou? Tou?
Pontedera: Prego!
B: Olá, bom giourno. Daqui habla Bob da Horta das Vespas. Soi un blogger mui importante, capisce?
P: Ma che cosa?...
B: Não, não tenho uma Cosa, tenho uma PX. Pê Équis, capisce? Olha lá, niecessito di una foto de la nova PX. Mandame-la listo!
P: Per informazioni commerciali lo passerà al dipartimento delle relazioni.
B: No no, no passerás nada. Quiero una foto de la nuova PX, não me embrulhes. No me embrulhari capisce?
P: Mi dispiace che non capisco. Vuoi parlare con que?
B: Ah assim está mui melhor. Envias-me esso presto, vale.
P: (non lo so, è un pazzo...)
B: A foto já passou? Fixe, meu! Fixola, mio! Diz lá aos enginieros para andarem piano com lo cromato, vale?
P: (pip pip pip pip pip pip pip pip...)
B: Ok meu, um bom giorno para ti tambien. Dá-lhe gás! Ofereceri l'aceleratori, como dicien ustedes. Beijos!

Estranhamente, a foto nunca chegou. Assim, liguei o super-computador da Horta e carreguei o programa de simulação de design industrial que me enviaram da NASA (foi um telefonema interessante, depois conto-vos acerca disso), e obtive em exclusivo mundial a primeira imagem da nova PX disponível ao público, sofisticado rendering de altíssima resolução:



Os mais atentos notarão ligeiras diferenças em relação ao modelo original... As alterações seguirão exactamente a mesma linha das mudanças feitas aquando do aparecimento da PX Milenium:
  • cores modernas e metalizadas: para além do prateado e de tons metalizados "crescidos" (tipo carro) prevejo também dois ou três tons "pastilha elástica" meio infantis, onde não poderá faltar o azul-cueca. O software não previu dois-tons, felizmente;
  • plásticos cromados: tudo o que for pequeno e plástico será cromado, porque nada diz estilo e retro como plástico brilhante, certo?
  • o motor deu erro no programa: ou será como os últimos motores a 2 tempos bastante catalizados e estrangulados mas facilmente modificáveis, ou então será uma unidade nova a 4 tempos muito semelhante aos antigos abaixo da cintura e moderna e estilosa acima da cintura. A Malossi demorará apenas 3 semanas a lançar um barrote mas custará 1300 euros. O chassis não sofrerá modificações de maior como as vistas na LML 4T;
  • plásticos alisados: para poupar dinheiro a chaparia ficará quase intocada mas os plásticos vão mudar. Nariz, tampa do guiador, farolim, talvez mesmo até o farol, será tudo suavizado e arredondado como nas aceleras. O guarda-lamas quadradão ficará então com um aspecto parvo e acabará por ser mudado para uma peça de plástico com o formato dum sabonete usado;
  • acessórios: como naquela edição limitada de fim de produção (agora que a produção já não acabou, será que a Piaggio pode ser processada por publicidade enganosa?) prevejo (leia-se temo) pneus de faixa branca e uma cobertura liberal de tubagem cromada. Também existirá uma linha de autocolantes de embelezamento que custarão uns ridículos 70 euros cada um e que terá um sucesso enorme (riam-se mas isso já acontece com a GTS300);
  • preço: 4500 euros para a versão básica 125, 5000 euros para a 150, 5500 euros para a versão Classique com pneus de faixa branca e porta-couves cromado, e 7000 euros para a versão 250 com 5 velocidades que será mostrada em protótipo na Scootering mas que nunca entrará em produção;
  • reacção: o preço das LML e PX usadas não baixará um cêntimo. O tráfego nos fóruns aumentará 15% no período adjacente ao lançamento da nova PX com tópicos sobre qual o melhor capacete para a nova PX, qual o melhor óleo para a nova PX, quais os melhores pneus para a nova PX, quem faz a nova PX mais barato, qual a melhor oficina para ajustar o ralenti à nova PX, e como instalar o kit de autocolantes de 70 euros na nova PX.
Em resumo, vão meter-lhe um motor a 4 tempos, mudar apenas os plásticos e as cores, e cobrar um balúrdio. FYP.

26.7.10

Blusão Drenaline Flexis - primeiras impressões

Se não conhecem a marca nacional Drenaline, então estão a falhar. A Drenaline, segundo o site respectivo, "apresenta-se como uma marca de equipamento para desportos de acção, posicionando-se no mercado de acessórios para motos e motociclistas. Marca jovem, entrou no mercado em 2004 pelas mãos da MASAC, empresa com 51 anos e com sólida e conhecida actividade na área do motociclismo, sendo importadora nacional de marcas de prestígio mundial."

Para além de peças para motas off-road e quads, a Drenaline também apresenta uma gama completa de equipamento na forma de blusões, calças, botas, luvas, capacetes e mais, querendo tornar-se uma marca conhecida a nível internacional. E que melhor maneira de atingir esse nível de dominação que enviarem-me um casaco para testar?


Curiosidade: todos os pares de calças de Bob assentam-lhe mal

Este é o blusão Flexis para homem, em preto (também existe com os flancos em azul, cinzento e vermelho, e em corte de senhora), com um preço recomendado de 173.03€. Dos muitos blusões presentes no catálogo da marca de Cantanhede, o primeiro a chamar-me a atenção foi o blusão Atlas GT (estilo BMW-Touratech, 'tão a ver?) mas que não é adequado para um uso mais geral.

O Flexis encaixa muito melhor num uso multifacetado e foi esse modelo que o pessoal simpático da Drenaline me enviou. Construído com o conhecido e durável tecido Cordura, este recebe ainda um tratamento de Teflon para maximizar a resistência à água e à sujidade. Entre o tecido exterior e o forro encontra-se uma membrana Eyedry (estilo GoreTex, presumo) que alega capacidades impermeáveis e respiráveis.

O blusão Flexis pode ter sido desenhado em Portugal mas é feito na China, e bem feito: não encontrei nenhum problema de fabrico dando uma sensação geral de qualidade e solidez. Existe uma peça interior facilmente destacável para usar na estação mais fria, inserções reflectoras para segurança, e protecções interiores homologadas nos ombros, cotovelos e costas. As protecções de ombros e cotovelos possuem carapaças rígidas de plástico mas a protecção nas costas é uma placa de espuma espessa que, creio, será mais eficaz contra abrasão que contra impactos.

Ao vestir o blusão notei logo as mangas compridas que impedem queimaduras solares nos pulsos (falha grande no meu blusão antigo) e na rigidez geral da peça que acaba por não incomodar mas é algo que se estranha de início. Esta rigidez compensa a velocidades elevadas já que o tecido não entra naquela vibração aerodinâmica tão irritante; existe até um ajuste na zona dos bíceps para moldar a manga ao braço e contrariar ainda mais o fenómeno.

A zona da gola é suficientemente confortável para usar num pescoço nu. O número e posicionamento dos bolsos são adequados mas não existem aberturas para ventilação: estou convencido que nunca existirá um verdadeiro blusão de 4 estações (a não ser que custe 3 milhões de dólares e diga "NASA" na frente") e o Flexis (que não alega sê-lo) suporta a minha teoria já que é bastante quente nos dias de calor. Em condições mais temperadas comporta-se muito bem no termómetro mas os mais sensíveis às temperaturas altas deverão considerar um casaco específico para o Verão. Quanto ao comportamento em condições de chuva e frio ainda é uma incógnita; esperem pelo meu teste final no fim do ano. Até agora estou muito contente, desde que não fique preso no trânsito debaixo do Sol de Verão.

23.7.10

Aprende a andar de bicicleta no Porto

Às vezes tomamos a habilidade de saber conduzir um veículo de duas rodas como garantida e automática, mas tal está longe da verdade. Para as muitas e silenciosas pessoas que nunca experimentaram o prazer de pedalar, o pessoal simpático da Cenas a Pedal oferece cursos de condução de bicicleta profissionais e bem pensados.

A Ana e o Bruno estão baseados na zona da capital mas vêm em excursão ao Porto brevemente espalhar a Boa Nova Velocipédica. Falem com os amigos, família, vizinhos e namorada, inscrevam-se no curso e aproveitem esta oportunidade para aprender a andar de bicicleta! Toda a informação aqui.



22.7.10

Exposição de scooters em Lisboa


Scooters da Colecção de João Seixas
1945-1970
Exposição temporária no Museu do Design e da Moda
de dia 23 de Julho a 24 de Outubro de 2010.
Rua Augusta nº24, Lisboa.
Edit: Reportagem no Público aqui.

21.7.10

Tamanco: apenas para verdadeiros crentes



(o meu workflow gráfico continua o mesmo: faço as coisas fáceis no Photoshop e as difíceis no Paint. Bizarro mas verdadeiro.)

20.7.10

O Ibero na Scooting

Com considerável atraso exibo a reportagem (ou Bob-portagem) do Ibero que saiu na Scooting (site respectivo não funciona?!):



É de notar que o Kes conseguiu agarrar três aparições em apenas duas duplas*. Impressionante!

*calão editorial para um conjunto de páginas adjacentes e opostas

19.7.10

Vai uma prova de arranque?

Aviso! Posta sem conteúdo original! (ei, é Segunda-feira...)

Via um blog nacional que não me consigo lembrar qual foi chega este vídeo da malta da SIP a curtir umas provas de arranque, incluindo uns "quartos de milha" informais com o Glorious Basterd. Já está visto que ninguém quer ressuscitar o Vespa TT, e então porque não experimentar fazer uma prova de arranque na base da diversão? Estilo "run what you brung"?

SIP Street-Team auf dem 7. Vesperados DBM Lauf Mindelheim from sip-scootershop.com on Vimeo.

15.7.10

Lambretta bem espremida

Daaaaaaaamn! (mordendo os nós dos dedos) Esta GP tem um de cada! Discos hidráulicos frente e trás, cilindro xpto de refrigeração líquida, radiadores duplos com ventoínhas, depósito XL de alumínio, escapezorro, carburador de diafragma (?)...








Tiago, não te sintas inadequado: o gajo ainda não tem amortecedor de R1. :p

13.7.10

Vespa World Days racing + fotos

Uma das várias atracções do Vespa World Days foi a corrida de Resistência de 5 Horas. Não podia perder tão interessante acontecimento e fui ver os treinos e a partida (baldei-me a seguir porque houve grande rodízio de pizza em Leiria com a malta do ScooterPT). Parece que a coisa foi bastante disputada em ambas as classes! Como sempre, alguns dos bonecos menos desinteressantes:






Todas as fotos aqui e aqui em slideshow fabulásticamente fundo-negrizado. [Edit: links do Flickr estão mortos]

12.7.10

Vespa World Days + fotos

Não me senti especialmente inspirado a nível de fotos em Fátima, mas como ignorância e força bruta (no dedo do disparador) são uma combinação poderosa lá saíram alguns bonecos não totalmente nauseantes. Alguns dos meus preferidos:






Podem ver o resto aqui ou aqui em esplendoroso slideshow automatizado. Obrigado aos Vespingas e a todos que trabalharam arduamente para que os Vespistas de Portugal e não só pudessem usufruir de quatro dias de festa rija.

9.7.10

Vespa GTS Super Sport: WANT!

Se eu ganhasse o Euromilhões E SE a Piaggio me escrevesse uma carta a pedir desculpa por colocarem a designação "Super Sport" numa Vespa que tem exactamente as mesmas características motoras que o modelo básico, então compraria uma Vespa GTS Poser Sport.


As minhas desculpas pelo contentor no enquadramento

Cinzento-fosco, arrgllglrrlglglgrrllrrrll [onomatopeia de salivação abundante]

Pintura e gráficos pipis dão mais 17% de potência ao modelo Super Sport... NOT
   

8.7.10

II Rally Ibérico de Scooters Clásicas

Cuméqué, vamos a Espanha? Guardem a data!


O ano passado foi assim e foi extra-catita; a componente musical é muito grande nesta concentração e a vibração é totalmente diferente de qualquer outra cena nacional. E ainda por cima a distância nem é nada de especial!


***Día 1 de octubre, viernes.
FIESTA DE BIENVENIDA.
Lugar: Plaza de San Jorge. Zona Monumental de Cáceres.
El centro neurálgico de la Ciudad Patrimonio de la Humanidad

En directo:
21.00 horas: CAJÓN DE SASTRE (Montijo) exquisito pop electrónico
22.30 horas: LOCAL QUA4TRO (Madrid) mágico power pop
24.00 horas: CORSAGE (Lisboa) crooners del siglo XXI


***Día 2 de octubre, sábado.
SCOOTER RUN
Lugar: Plaza Mayor. Zona Monumental de Cáceres
El centro neurálgico de la Ciudad Patrimonio de la Humanidad
Hora 11.00 horas
Salida al paraje natural de Los Barruecos y visita al Museo Vostell de Arte Contemporáneo, un lugar mágico en plena naturaleza.

COMIDA
Lugar: Plaza de San Jorge
Hora: 15.00
Se ofrecerá una desgustación de la Denominación de Origen Ternera de Extremadura y jamón ibérico extremeño a cargo de la empresa El Risco Extremeño. Cerveza y vino.

En directo:
17.00 horas: THE REFOUNDATIONS (Cádiz). Deep soul
18.30 horas: BRIATORE (Marbella). Revival mod
19.45 horas: Entrega de los Premios a las scooters
20.00 horas: THE SOAKED LAMB (Coimbra). Swing & blues
21.30 horas: Desfile y perfomance de moda, dentro de BLUXA, la I Feria de la Moda hispano lusa para jóvenes diseñadores, que estará instalada en un palacio contiguo a la plaza de San Jorge.
22.30 horas: THE WISH (Badajoz) Electro rock
23.45 horas: A JIGSAW (Combra) country y blues
01.00 horas: SEAN RILEY & THE SLOWRIDERS (Coimbra) Folk rock


***Día 3 de octubre, domingo
SCOOTER RUN
Lugar: Plaza Mayor. Zona Monumental de Cáceres
El centro neurálgico de la Ciudad Patrimonio de la Humanidad
Hora 12.00 horas
Ruta por Cáceres

COMIDA DE DESPEDIDA
Lugar: Restaurante Albergue de Cáceres
Hora: 14.00

Las fiestas posteriores a los conciertos se celebrarán en 2 salas:
-CAFÉ BABEL
-EL CORRAL DE LAS CIGUEÑAS
Siempre a partir de las 00.30 de la noche nuestros djs estarán poniendo música.
Djs: Mod 64+Pedro 42+Professor Xavier+Veruschka+Fred Perry Mason+Mondodj+Annika

7.7.10

Motos Clássicas & Vintage nº1


Nova revista de motas clássicas nas bancas! (já desde dia 25, pelo menos) Esta nova publicação é uma concorrente bem-vinda à revista DaMotoClássica que já deixei de comprar há um ano atrás. Venha daí o número 2!

6.7.10

VWD: reportagem no Público

Se compraram o jornal Público no Sábado poderão ter visto uma reportagem sobre o VWD e a CSCN (Cena Scooterista Clássica Nacional). É difícil não reparar numa Vespa azul-cueca de página inteira...

O jornalista teve o cuidado de escrever algo com pés e cabeça e não se limitou a "encher chouriço" como o outro. A lista de PCSCN (Personalidades da Cena Scooterista Clássica Nacional) entrevistadas é extensa e inclui o Serra, o sr. Comissário, o Admin, o JP, o Manel, o Tunes e até mesmo este vosso humilde escriba, descrito como o "expoente máximo do 'faça você mesmo' "! Ei, se está no jornal é porque é verdade. Alguém tem uma Vespa do século XIX para vender?


5.7.10

VWD: obrigado aos meus fãs

Acabado de chegar do Colorado e do VWD, encontro-me com bastante trabalho atrasado para fazer. Não sei quando terei tempo para lidar com as 800 fotos que tirei (quantidade não é qualidade mas disfarça) mas não queria deixar passar nem mais um dia sem agradecer aos meus fãs.

Pode parecer discurso de estrela de rock mas é verdade. Quatro de vocês, que eu não conhecia de lado nenhum, reconheceram-me e vieram apertar-me a mão e dizer olá. Essa foi uma das coisas mais fixes que já me aconteceu, elevou o VWD ao nível de épico na minha escala de avaliação pessoal, e compensou largamente o trabalho que eu tenho a montar este humilde estaminé. Obrigado aos meus fãs! (bato com o punho fechado no peito duas vezes e depois estico o braço com os dedos indicador e médio a fazerem um V deitado)

E, já agora, uns vídeos das notícias: