10.6.10

Consertei uma Honda Bali

O meu vizinho tem uma Honda Bali, uma pequena acelera de 50 cilindradas que me parece ser fiável e prática, se conseguirmos ultrapassar a estética antiquada e entediante. Ora ele tinha-me pedido para eu dar uma vista de olhos àquilo porque o motor não desenvolvia e não dava para andar. Segundo ele, o problema já se tinha manifestado antes e a solução na altura foi uma "varejadela" do escape pelo mecânico da loja local.

Não custa tentar! Peguei na chave de fendas XXL e enfiei-a pela ponteira de escape acima com gosto e determinação. Notei bastante resistência no progresso ao longo da minúscula ponteira e a chave de fendas ficou coberta com o crude mais espesso que alguma vez vi no sistema de escape dum motor a 2 tempos. Mais algumas investidas e a coisa pareceu minimamente desimpedida.

Um test-drive rápido notou algumas mas insuficientes melhorias. O passo seguinte - óbvio - foi inspeccionar a vela. Bem jogado pois também ela se encontrava revestida com a pasta negra que abundava no escape; como ainda trabalhava não consigo explicar! Uma vela semi-nova da caixa do desenrasque foi montada em sua substituição e a pequena Bali recuperou de novo todo o seu entusiasmo dinâmico! O meu vizinho passa agora a zumbir à frente da minha garagem com renovada regularidade e eu sorrio em cada uma dessas ocasiões. Boa acção do dia.... check!

Honda Bali