9.4.09

Usar e abusar

O bom velho Ape 50. Lembro-me sempre da história do meu irmão que estava a fazer o exame de condução da carta de carro quando um Ape 50 faz uma curva apertada mesmo à frente dele, inclina-se perigosamente, abre-se a porta do passageiro e começa a cair uma velhota de lá de dentro. Juro que sim.

O Ape 50, esse portentoso menir de granito do cromeleque do transporte popular lusitano, pode ser usado...


Via o congelado Portugueses ao Volante

(g'anda nível, ó yeah!) ... ou abusado. É preciso reparar o diferencial? Não há problema, chefe. Põem-se aqui umas botijas de gás a segurar e um tubo de alumínio para ter a certeza que não tomba, isto trabalha-se aqui que é uma maravilha. É claro que há sempre uma garrafa de cerveja por perto (vêem-na?): álcool, reparações mecânicas e veículos em equilíbrio precário são um trio inseparável. A questão importante que se coloca aqui é: "mine" ou terço de litro?

Ape repair
Arquivos da Horta, ano de 2002

E para finalizar em beleza, nada melhor que uma visita rápida ao tag Ape 50 no Portugueses ao Volante, que insistem em tratar o bicho como "AP50". Podia ser pior, podiam insistir em "Áper"... ou "Áper 50 125 Veloce Sport"... Ok, eu calo-me.