20.1.17

Bob constrói um armário de ferramentas - parte 3

O meu armário de ferramentas artesanal está a funcionar tão bem que decidi aproveitar o entusiasmo e a energia cinética construtiva para gerar uma versão maior para baixo. Terá a mesma largura e profundidade, 80 centímetros de altura mais rodas, e também seis gavetas (mas mais altas). O OLX forneceu-me rodas reforçadas a 3 euros cada e o Bunker ofereceu um tubo quadrado potente que tinha o comprimento perfeito.

homemade tool chest

O primeiro passo: soldar uma base rectangular.

homemade tool chest

O segundo passo: cortar a base rectangular porque ficou toda torta. Soldá-la novamente na bancada em vez do chão porque a bancada é bastante menos desnivelada que o chão.

homemade tool chest

O terceiro passo: cortar a base rectangular mais um pouco porque ainda estava meio torta e soldá-la novamente.

O quarto passo: mandar um "que se lixe, já está bom" e montar as rodas com parafusos M10.

homemade tool chest

Respondendo favoravelmente a uma nova solicitação, o OLX alinhou-me com um lote catita de contraplacado (7.5 euros, bom negócio) e a Rua do Almada proporcionou a aquisição de cantoneira de 30mm (para os verticais) e de 20mm (para a base no topo).

homemade tool chest

Soldei a base no topo tendo muito cuidado para ficar tudo quadrado, com sucesso parcial. Os perfis tiveram que ser entalhados nas extremidades para encaixarem; cortar as extremidades a 45 graus e soldar as resultantes arestas finas com eléctrodo pareceu-me uma boa receita para um desastre irrecuperável.

homemade tool chest

homemade tool chest

Os verticais apontados no sítio. Não foi bonito tentar colocá-los todos perpendiculares, paralelos, alinhados e às distâncias certas. :\ Ainda pensei em cortar os painéis de aglomerado primeiro e usá-los como "esquadros" para garantir que os verticais ficavam no sítio, mas foi tudo à frente da máquina de soldar. Em retrospectiva, não teria sido uma má ideia.

homemade tool chest

homemade tool chest

A levar a primeira "demão" de aglomerado que se tornará, espero eu, em parte estrutural e reforçante (reforçativa? refórcita? reforçamentosa?) do armário. Uns entalhes para acolher as porcas de fixação das rodas (não se vêem do lado de fora) e uma lambidela de verniz para prevenir contra derrames acidentais de Sumol e está a rolar.

homemade tool chest

homemade tool chest

Pintura! Eu ia pegar no spray preto mas, imediatamente por trás, estava o spray azul a sussurrar que só se vive uma vez. Sim, a minha garagem é muito apertada. Posso queixar-me e resmungar e sonhar com uma oficina grande, ou então posso construir um armário de ferramentas ou dois.

homemade tool chest

Não ilustrei este passo no relato do armário superior. As corrediças vêm preparadas com umas pequenas abas que encaixariam em aberturas no metal, num armário e gavetas metálicos. Só que o meu armário não é de metal e por isso tenho que partir as abas em 24 peças diferentes, limar as arestas em 24 peças diferentes, realizar furos em 24 peças diferentes, e limpar as limalhas metálicas que caíram para os rolamentos em 24 peças diferentes. E só então estou pronto a montar as corrediças. Poupar dinheiro dá trabalho...

homemade tool chest

homemade tool chest

E então, subitamente, o DESASTRE! Excesso de confiança, distracção, mau karma, não sei. Eu sabia a espessura das corrediças de cabeça e fiz as contas para me certificar que havia espaço para a gaveta... mas as corrediças batem nas colunas e não conseguem sair. Duh. O pior é que acho que me lembrei deste pormenor quando comecei a pensar no armário, mas não consegui achar cantoneira de 20x30mm, costumam ser todas simétricas. Tive que comprar 30x30mm e lixei-me.

homemade tool chest

Conseguirá Bob recuperar deste beco sem saída estrutural? Ou será que três tardes inteiras de trabalho irão parar à reciclagem? Dulcineide descobrirá que Rovaldo é a sua irmã gémea? As respostas na Segunda-feira, exactamente aqui.
   

Sem comentários: