14.9.11

O estado da Comunidade Scooterista Clássica Nacional

Agora que a época está a chegar ao fim, é altura de se proceder a um resumo finalizador e clarificador do estado actual da Comunidade Scooterista Clássica Nacional (C.S.C.N.) de modo a que possamos todos aferir a nossa posição na Cadeia Alimentar Scooterista (C.A.S.) e, se tal se verificar necessário, proceder a actualizações das Tatuagens Indicadoras de Status Scooterista (T.I.S.S.).

Primeiro, a questão mais importante: quem é que ganhou? Sim, porque o Vespismo é uma competição/ concurso/ corrida. Alguém tem que ser melhor, não andamos nisto por gosto nem por diversão carago. O Status Scooterista vencedor do Verão de 2011 inclui...
  • ... uma PX das novas em azul e apenas em azul (a  scooter clássica com 0 kms é a nova scooter clássica),
  • ...um penico da moda não homologado,
  • ...e a mais recente tendência em casual-wear na Foz, blazer e calções (ou o respectivo equivalente em Cascais ou onde quer que estejam).

Algo como isto.

Foto de Nuno Dantas
Em segundo lugar, a Honda PCX confirma o seu posto como a scooter preferida para deslocações pós-apocalípticas, vendendo-se como croissants quentes a 30 cêntimos.

Cumcaraças, até a Caras testou a PCX! Com vídeo!

Imagem de Caras

Em terceiro lugar (e isto já não deve ser novidade há um par de anos mas tal-estranhamente - não é um pormenor que me incomode numa posta dedicada às tendências mais recentes estilo amodes com menos de dois meses) a Sprintér finalmente viu a sua designação informal oficializada por essa bíblia referencial de tudo o que tem dois banquinhos, o Stand Virtual.

Foto via Marcelo

Notem que eles escrevem Sprinter sem acento - suponho que é efeito do Acordo Ortog Amnistia Ortográfica.

E, finalmente, posso morrer feliz agora que já vi pneus de taco num Ape 50. Para quando o Campeonato TT de Apecross?
     

1 comentário:

VCS disse...

A julgar pela foto do conjunto vencedor, a taça está bem entregue :)

Vasco