14.6.11

Tudo sobre a LML 200 quatro-tempos

Recebi um email da internéte a avisar que as novas LML de 200cc a 4 tempos chegam em Julho aos concessionários Italianos. A esperada Star 200i possuirá um motor de três carters com uma árvore de cames, duas válvulas, pistão de 65.5x59.3mm, catalizador da era espacial e certificado Euro 3. Quanto ao chassis, presumo que será idêntico ao já existente na gama de quatro tempos.

Fotos de LML Italia

Nas especificações técnicas não há nenhuma surpresa. Destaca-se a potência de 11.7 cavalos (8.6 KW A 6500 RPM) e o alegado consumo de 2 litros aos 100 (outra fonte oficial indica 1 litro para 60km!!!). O "i" na designação do modelo testemunha a presença de injecção electrónica, se bem que há relatos não-confirmados de versões "naturalmente aspiradas" com carburador (tudo é naturalmente aspirado se não tiver um turbo ou compressor) destinadas ao mercado da Grã-Bretanha. A injecção electrónica socorre-se de peças da Ducati e da Magneti Marelli, e tem sensores Lambda e essa tralha toda.

Update: O novo motor baixa o peso dos 121 quilos das unidades existentes para 118 quilos, o que dá sempre uma ajuda ao comportamento e à performance.


Há montes de cores - muitas delas novas - para todos os gostos que vão desde os discretos cinzentos-metalizados até aos roxos esquisitos e azul-cueca, passando pelo castanho-cocó e pelos populares mates. Estas cores todas poderão não chegar a Portugal, claro. Update: As minhas fontes indicam que deverão estar todas disponíveis! Os bancos brancos abundam.


As primeiras informações sobre a LML de cubicagem duocentenária falavam em "estética renovada". Na realidade, as alterações são apenas de pormenor - eu estava com a ideia de que seriam bastante mais substanciais. O conjunto do velocímetro tenta imitar o da PX e ganha uma luz avisadora de ponto-morto e outra luz avisadora de accionamento do travão - a sério?!!


O banco foi revisto; é agora alegadamente mais confortável e com aspecto mais vintage. Os punhos ganham umas cenices cromadas, o farol dianteiro é mais brilhante graças a um reflector novo, as molduras cromadas dos piscas transparentes foram renovadas, e o farol traseiro recebe uma óptica mais luminosa e reflector incorporado.


O novo propulsor de 200cc também possui algumas diferenças significativas em relação aos seus irmãos de 125 e 150cc. A alimentação do filtro de ar é feita por um tubo flexível de borracha, e a lubrificação da cabeça do motor também foi mudada, sendo efectuada por um tubo externo. Finalmente, a embraiagem é completamente nova; esta unidade de 5 discos possui uma tampa de pressão (o "empurrador" central) com rolamentos. Posso ter-me enganado a traduzir do Italiano mas parece que a embraiagem é montada não na cambota mas no veio secundário para aumentar a sua suavidade.


Se quiserem saber mais, é mandar um email ao pessoal simpático da lml.pt. A Star 200i vai fazer ondas grandes no nosso pequeno charco scooterista, e estas vão chocar contra as ondulações crescentes da reintrodução da PX. É melhor prepararmo-nos para surfar.
    

12 comentários:

Anónimo disse...

Posto isto, vou juntar dinheiro!

Maçorano

Ilde disse...

haja euros e estou lá !!!

Anónimo disse...

Piaggio, oh piaggio... 'tás a ouvir, ou não?... ABRE A PESTANA!!!

Máximo

Tomas disse...

O primeiro melhoramento a fazer é mudar o simbolo para o da piaggo... XD

nuno_lopes disse...

Será que tem travão de mão?
É que não estou a ver para que servirá a indicação de STOP...

Anónimo disse...

A luz de STOP poderá servir para dianosticar o bom funcionamento dos travões, permanecendo acesa em caso de avaria ou desgaste excessivo , tal como foi em tempos comum nos carros.
Cbranco

Ranger Bob disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ranger Bob disse...

Quando a luz de "stop" traseira se acende, também acende a luz no painel. É um indicador que se está a carregar num travão, algo desnecessário. No entanto, se não acendesse em caso de lâmpada fundida, isso já seria útil.

Ranger Bob disse...

Parece que afinal se acende em caso de lâmpada fundida.

Paula disse...

BOAS noticias, obrigada pelos esclarecimentos. Tenho uma Vespa 125S e queria uma moto um pouco mais potente, esta 200cc parece-me muito BEM mesmo, agora é escolher a côr enquanto não chega a Portugal :))

Rui Silva disse...

Boas!
Tenho uma vespa 125 e acabei também por comprar lml 200 cor vermelha. Só tenho a dizer maravilhas.
Recomendo...
cumprimentos
Rui

Antonio luz disse...

António o Algarvio tenho uma LML estou maravilhado mas quero ir um pouquinho mais alem aguardo pela
200 nova