13.4.16

Soldadura

Alguma vez vos aconteceu estarem a trabalhar na oficina, começarem a ver sangue nas ferramentas, perceberem então que se cortaram, esfregarem o sítio da fuga* com o pano nojento do óleo, enrolarem um bocado de fita isoladora no dedo e continuarem a trabalhar como se nada se tivesse passado? Pois, eu também não.

Bem, o que eu vos queria dizer é que finalmente as minhas soldaduras (soldações? soldagens? soldamentos? soldótipos?) deixaram de parecer bocados de ranheta seca e passaram a assemelhar-se a bocados de ranheta molhada. Uma grande evolução!

stick weld

A razão básica para tão demorada evolução prende-se com a extrema violência intrínseca ao processo, ora confiram. Bué metal! \m/


* os civis têm cortes e arranhões, os Vespistas têm fugas e deficiências de vedação
    

2 comentários:

Rui Tavares disse...

Gostei. Vou levar-te um portão que precisa de um "jeitinho"
Até já

Ranger Bob disse...

Deixa no Palácio.