15.6.09

LML de dois tons: fotos exclusivas!

Tive que ir a Itália por alguns dias em trabalho (se é que se pode considerar andar de bicla em trilhos deslumbrantes com todas as despesas pagas como trabalho) e adivinhem o que eu vi:

LML Star DLX

LMLs à venda em Itália! Como compreenderão, um tão abundante avistamento de máquinas Indianas em território transalpino, ainda por cima quase todas infectadas pela Peste Branca (pneus, tenho que explicar tudo?!), deixou-me em estado de choque. Depois de confirmar que o Sol não estava a nascer a Oeste e que a chuva não caía para cima descartei a hipótese de ter sido transportado para algum bizarro universo alternativo Douglas-Adams-iano e comecei a lidar com a realidade.

Fiz um inventário de cores: verde-"tropa", branco, azul eléctrico, vermelho, creme, verde-pistachio, roxo e... OMFG! Uma versão two-tone cor-de-rosa com banco a condizer?!!! Vamos ver mais de perto:

LML Star DLX

Sim, confirma-se. Uma LML Star DLX two-tone cor-de-rosa com pneus de faixa branca e banco a condizer. A minha vida não podia piorar neste momento. Mas... mas... O que é aquilo em segundo plano?...

LML Star DLX

Aaaarrggghh!!!! Two-tone azul-cueca com faixa-branca! Tantos hífens! Aaaiiii os meus olhos!!! E o raio do banco a condizer ainda por cima não condiz. Imediatamente atirei-me aos pés do Carabinieri mais próximo mas como não sabia dizer "por favor dê-me um tiro na cabeça e acabe com o meu sofrimento"(*) em Italiano, decidi perguntar antes o preço das máquinas.

A versão 125cc custa 2530 euros e a 150cc custa 2680 euros; se tivermos uma scooter velha para dar à troca, usufruímos de 500 euros de desconto graças a um programa de abate de veículos em fim de vida. Perguntei à menina se tinham vendido muitas e ela respondeu que eu era muito elegante e musculado e que só as tinham há um mês. Acho que se pode considerar isto como um "furo jornalístico" exclusivo da Horta: a LML fabrica Stars com decorações hiper-mega-ri-retro-fixes. (a cilindrada é anunciada por uns algarismos brilhantes no canto inferior direito da porta do porta-luvas (se eu meter uma porta de porta-luvas dentro dum porta-luvas este passa a ser porta-portas? E se eu abrir um negócio de entrega de porta-portas de porta a porta, onde meto as luvas? Respostas num postal para sexybob@cheap_gs_4_u.com (posso usar parênteses dentro de parênteses? (Fui ver à Wikipédia, parece que sim))))

LML Star DLX

O concessionário em questão, Cicli Adami, tinha cartazes pendurados no vilarejo anunciando a "lenda urbana". Como eu tenho a certezinha absoluta que a estética destas scooters em dois tons e o facto de ninguém em Portugal ter uma as tornam irresistíveis para muitos de vocês, deixo-vos aqui a tradução do pedido de encomenda que poderão fazer quando ligarem para o sr. Adami pelos contactos no cartaz:

"Bom dia. Quero encomendar uma LML Star DLX com pintura em dois tons azul-cueca/cor-de-rosa, pneus de faixa branca, descanso cromado e banco a condizer. É para entregar em Portugal, por favor."

Em Italiano: "Buon giorno. Ordino un LML Star DLX con vernice a due tonalità azul-cueca/cor-de-rosa, tracce di pneumatico bianco, cromato e sede di riposo a partita. E 'espresso in Canada, per favore."

Nem tudo é uma desgraça: é um sinal encorajante ver que o Google está a lutar contra mais esta tentativa de dominação mundial substituindo Portugal por Canadá. [Edit: já aparece Portogallo quando dantes aparecia Canada... :-\]

Vou impedir-me de discursar longamente sobre os efeitos a longo prazo no branco virginal dos assentos, sobre a manifesta falta de "cojones" de alguém que anda com uma Vespa cuequificada a uns meros 40%, ou sobre o elevado índice de panisguicidade do descanso pseudo-cromado. Vou, antes, constatar que as Pêxizers, os Apers e os Piaggios Porters continuam a marcar abundante e confortante presença nas estradas Italianas. No entanto, e apesar do hotel alugar Ciaos (Ciaozérs?) a preços catitas,...

Ciao

..., não vi um único na rua. A justificação é óbvia: o uso de um veículo de cor única, pneus pretos, descanso preto e selim preto é um crime contra a moda. Pelos 15 euros que me custaria o aluguer por um dia poderia antes comprar e usar na rua dois aventais Vespa; o crime contra a moda seria muito menos grave.

Vespa apron

(*) Acontece que é algo do estilo "per favore, mi dia un colpo alla testa e alla fine alla mia sofferenza"

5 comentários:

PE disse...

Heia c'um catano... Acho que vão chover pedidos de LML de dois tons e pneu de faixa branca, cá por PT e quando lhes disserem que isso não existe, vão dizer que viram na Horta.
Bob, seu terrorista! :)

Pedro disse...

'Tá muito bom!

P.S. E o lago Garda, que tal?

Ranger Bob disse...

Lago Garda = brutal. Os trilhos são fenomenais!!!

Rui Tavares disse...

Mas tu até em Itália consegues apontar o dedo?! Shocking

Ilde disse...

Espero que me tenhas trazido um avental...